Hoje é 15 de abril de 2024. Dia Nacional da Conservação do Solo; dia do desarmamento infantil; Dia Mundial da Arte e Dia Mundial do Desenhista # Por causa das fortes chuvas em São Luís, a partida Sampaio x MAC foi adiada e remarcada para esta terça, às 19h30, no Castelão.
Hoje é 15 de abril de 2024. Dia Nacional da Conservação do Solo; dia do desarmamento infantil; Dia Mundial da Arte e Dia Mundial do Desenhista # Por causa das fortes chuvas em São Luís, a partida Sampaio x MAC foi adiada e remarcada para esta terça, às 19h30, no Castelão.
+32
°
C
+32°
+25°
São Luís
Domingo, 12
Ver Previsão de 7 Dias

abril 2024
DomSegTerQuaQuiSexSáb
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930    

Itaqui adere a aliança brasileira para descarbonização de portos

A quarta-feira, 06 de março, segundo dia da Intermodal 2024, foi marcada por um momento histórico para o setor portuário nacional: o lançamento da Aliança Brasileira para Descarbonização de Portos. O evento ocorreu no estande do Porto do Itaqui, que iniciou todas as tratativas para que isso acontecesse.

O porto do Maranhão assume a vanguarda desse projeto promissor, ao lado de alguns dos principais portos brasileiros. Para Gilberto Lins, presidente do Porto do Itaqui, “o Itaqui se posiciona como um grande apoiador desse projeto promissor evidenciando o compromisso do governador Carlos Brandão e do Maranhão, em promover o desenvolvimento sustentável. A criação dessa aliança é um grande marco que impactará positivamente as futuras operações”.

Carlos Cordovil (Bunker), Luiz Raimundo Azevedo (ex-presidente da Valec), e Sílvio Aguiar (Granel Química), prestigiando o Stand da Emap/Itaqui..

A Aliança reúne diversas empresas, portos públicos e privados, associações de portos, startups e todos os demais atores do setor, com o propósito comum de multiplicar um trabalho de descarbonização dos portos brasileiros. Luane Lemos, gerente de meio ambiente do Porto do Itaqui, ressaltou: “essa aliança é fundamentada em uma experiência espanhola, onde portos colaboram para descarbonizar suas operações. Aqui no Brasil, com toda nossa força e potencial, esperamos ser um centro de troca de experiências e tecnologias para alcançarmos a descarbonização do setor portuário brasileiro.”

Lançamento e Apoio Institucional

O lançamento oficial da Aliança Brasileira para Descarbonização de Portos reuniu alguns dos maiores portos do Brasil, como: o Porto de Pecém (CE); Portos do Paraná; Porto RS; Imbituba (SC); Companhia das Docas do Estado da Bahia – Codeba; Porto do Açu (RJ); Porto Sudeste (RJ); Porto de Suape (PE), além de entidades extremamente representativas, como a Associação Brasileira dos Terminais Portuários – ABTP,  Associação Brasileira das Entidades Portuárias e Hidroviárias – ABEPH, a Associação de Terminais Portuários Privados – ATP e o Sindicato Nacional das Empresas de Navegação de Apoio Portuário.

 

Diversas entidades também participaram como signatárias e fundadoras da Aliança, incluindo o Corredor Logística e Infraestrutura – CLI, o Consórcio TEGRAM (MA), a Bunker One, a ZCarbon Soluções em Descarbonização, a VIrtu GLN, a PortGreen Consultoria, a Suzano, a Santos Brasil, a Rightship, a G5 Soluções Logística, Transpetro, Granel Química e a Vports. A aliança conta, também, com o apoio institucional da Fundaciòn ValenciaPort (Espanha) e da Secretaria Nacional de Portos e Transporte Aquaviário, que esteve representada pelo diretor do Departamento e Novas Outorgas e Políticas Regulatórias Portuárias, Bruno Neri. Em sua fala, o diretor garantiu que a agenda de descarbonização é uma prioridade do Ministério dos Portos e Aeroportos. “ A Aliança conta com nosso apoio institucional”, afirmou o diretor.

O diretor de Desenvolvimento de Negócios Internacional, da Fundação Valenciaport (Espanha), Miguel Neri, destacou que “a Aliança representa um espaço de colaboração, fomentação do conhecimento, capacitação e apoio a todos os intervenientes envolvidos neste desafio global de descarbonização das atividades portuárias”

Compromisso Sustentável e Eficiente

A criação da Aliança Brasileira para Descarbonização de Portos representa um marco na busca por soluções sustentáveis no setor portuário nacional. Ao unir forças em prol de um futuro mais limpo e eficiente, os portos brasileiros reforçam seu compromisso com a descarbonização e a construção de um setor portuário mais sustentável. Nesse processo o Porto do Itaqui se posiciona como protagonista por ser o primeiro porto público brasileiro a implantar o seu programa de descarbonização, o que deve acontecer no segundo semestre deste ano.

O evento de lançamento foi considerado histórico por marcar o início de uma fase crucial para a transformação e modernização do setor, contribuindo significativamente para um meio ambiente mais saudável e sustentável.

Porto do Itaqui ganha destaque no encerramento do Intermodal e consolida posição como maior porto público do Norte Nordeste

No último dia do Intermodal, o Porto do Itaqui foi um dos grandes protagonistas, destacando-se como o maior porto público da região Norte Nordeste. Com uma gestão eficiente, o Porto do Itaqui atraiu olhares e negócios durante o evento, consolidando sua relevância no cenário logístico nacional.

Durante a feira, autoridades e representantes da indústria marítima e logística visitaram o estande do Porto do Itaqui, onde foram apresentados às recentes melhorias em infraestrutura e operações. Com investimentos significativos, o porto ampliou sua capacidade de movimentação, promovendo eficiência e competitividade.

O destaque do Porto do Itaqui na Intermodal, um dos maiores e mais completos eventos para o segmento de transporte de cargas, logística, intralogística, transporte de cargas e armazenagem do mundo, não se limitou apenas ao tamanho de suas instalações, mas também à apresentação de tecnologias inovadoras para otimizar processos, como os projetos já concretizados pela setor de inovação do Porto.

Durante o encerramento do evento, autoridades em nível nacional e internacional enfatizaram a importância estratégica do Porto do Itaqui para o desenvolvimento econômico da região. A projeção de crescimento sustentável e a busca por parcerias internacionais foram destacadas como objetivos essenciais para o futuro do porto e sua contribuição para a cadeia logística global.

A Intermodal proporcionou uma oportunidade única para o Porto do Itaqui se conectar com parceiros comerciais, promover sua infraestrutur e fortalecer laços dentro da indústria. Ao encerrar o evento como destaque, o Porto do Itaqui divulgou o Maranhão e reforçou seu papel crucial no cenário portuário brasileiro, celebrando conquistas e traçando planos ambiciosos para o futuro. “A feira foi uma excelente oportunidade para concretizarmos negócios significativos, elevando o Porto do Itaqui à vanguarda com o lançamento da inovadora Aliança Brasileira para Descarbonização de Portos. Agradeço à dedicada equipe e a todos que visitaram o nosso porto. O evento intermodal foi um grande sucesso”, enfatizou o presidente do Porto do Itaqui, Gilberto Lins.

Soamar Brasil visita o Stand da empresa Camorim Rebocadores

Ainda dentro da Intermodal 2024, representantes da Soamar Brasil visitaram o stand da empresa Camorim Rebocadores onde foram recebidos pelo seu gerente comercial José Carlos Micas. Na oportunidade conheceram em destalhes os planos de investimento da empresa nesse setor vital para a o desenvolvimento das atividades portuárias do país. Segundo Micas, uma linha de investimento pesado, da ordem de 200 milhões de reais na construção de cinco novos rebocadores

“Com a entrega agora do Camorim Itajaí e Camorim Cabedelo, ambos de 70 BP, a estamos completando uma demanda de 12 rebocadores, que representa uma política de investimentos pesados da nossa empresa apostando e acreditando no desenvolvimento do nosso país”, garantiu Carlos Micas.

  
Na foto, pela ordem, Jamiro Dias, presidente da Soamar Ceará; Orson Moraes Rêgo, presidente da Soamar Brasil; José Carlos Micas, da Gerente Comercial da Camorim Rebocadores; Richard Granthame, Vice-presidente da Soamar Rio Grande e Marcelo Branco, presidente da Soamar Paranaguá. Abaixo os rebocadores Itajái e Cabedelo, os dois novos integrantes da frota da empresa Camorim Rebocadores.