Hoje é 15 de abril de 2024. Dia Nacional da Conservação do Solo; dia do desarmamento infantil; Dia Mundial da Arte e Dia Mundial do Desenhista # Por causa das fortes chuvas em São Luís, a partida Sampaio x MAC foi adiada e remarcada para esta terça, às 19h30, no Castelão.
Hoje é 15 de abril de 2024. Dia Nacional da Conservação do Solo; dia do desarmamento infantil; Dia Mundial da Arte e Dia Mundial do Desenhista # Por causa das fortes chuvas em São Luís, a partida Sampaio x MAC foi adiada e remarcada para esta terça, às 19h30, no Castelão.
+32
°
C
+32°
+25°
São Luís
Domingo, 12
Ver Previsão de 7 Dias

abril 2024
DomSegTerQuaQuiSexSáb
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930    

Capitania e Soamar-MA entregam Medalha Amigo da Marinha

Na solenidade, que aconteceu na sede da Soamar do Maranhão, no Jenipapeiro, a Marinha do Brasil concedeu trinta diplomas e trinta Medalhas de Amigo.

Com o propósito patriótico de consolidar uma parceria de décadas, a Marinha do Brasil, através da Capitania dos Portos do Maranhão, e a Soamar-MA, realizaram na noite do dia 10/11, a cerimônia de entrega de Diplomas e medalha de Amigo da Marinha, correspondente ao ano de 2023. No texto de abertura do evento – que teve o Hino Nacional Brasileiro executado pela Banda do Exército, sob a regência do Capitão Terra – está dito que “a cerimônia tem como principal propósito realizar a imposição da medalha Amigo da Marinha para personalidades civis, sem vínculo funcional com a Marinha do Brasil, militares de outras Forças, bem como instituições que tenham contribuído para fortalecer o relacionamento da Marinha com a sociedade civil”. A honraria remete também ao dia 06 de novembro, dedicados a “esses amigos que, voluntariamente, se dedicam a divulgar as atividades da Força, e ampliar a percepção da mentalidade marítima na sociedade”.

Primeiro a usar a palavra, o professor Sérgio Sampaio Cutrim (leia a íntegra do discurso no final da reportagem) falou em nome de todos os agraciados, agradecendo a Capitania, a Soamar e a Marinha. “Vivemos tempos difíceis, estamos em um momento de crise climática com profundas consequências para nossa sociedade, inclusive para o setor marítimo e portuário”, afirmou.

Em seguida, o presidente da Soamar do Maranhão, na condição de anfitrião, agradeceu a presença de todos e fez questão de destacar o passo seguinte dos agraciados. “Agora, Amigos da Marinha, é preciso ser soamarinos, fazer parte da nossa entidade, frequentar nossas reuniões e contribuir, cada um como seu talento individual, para o crescimento da nossa entidade, da Marinha e do Brasil”, afirmou Sílvio Lúcio Aguiar.

Por sua vez, Orson Feres Antônio Moraes Rêgo (clique aqui para ler a íntegra do discurso na página da Soamar Brasil), na condição de Presidente da Soamar Brasil, gradeceu e exaltou – o esforço de comum das suas afiliadas para o bem maior da Marinha e a sua perfeita integração com a sociedade. “Seja no Maranhão, no Brasil ou em Portugal”, disse.

Em seguida foi a vez do Comandante Januário que fez um discurso breve e de agradecimento por “tudo que a Marinha nos proporciona. Daí a importância dessa medalha, pois ela significa um link patriótico entre a nossa Força e a sociedade em geral”, concluiu.

Confira a lista dos agraciados com do Diploma e a Medalha de Amigo da Marinha

*** Amilcar Gonçalves Rocha, Prefeito do Município de Barreirinhas;
*** Ary Serpa Junior, Gerente Geral da América do Sul da Odfjell Terminais;
*** Tenente Coronel Bruno Krepke Leiros Peixoto, Comandante do 24º Batalhão de Infantaria e Selva, na oportunidade representado pelo Capitão Terra;
*** Cláudia de Paula Borges, Diretora executiva da Associação Brasileira de Terminais Portuários – ABTP;
*** Daniel Florenzano, Gerente de Relações Institucionais do Porto da Alumar;
*** Edson Souki Sousa, Gerente Geral da Granel Química;
Eduardo Antônio de Aguiar Carneiro Coelho, Administrador de Empresa;
*** Fábio Francisco Santos, Diretor do Porto da Alumar;
*** Major Félix Cristiano Ferreira De Castro, Comandante do Esquadrão de Saúde do Centro de Lançamento de Alcântara;
*** Delegado de Polícia Federal Francisco Albuquerque Parente Junior, Presidente da Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis, do Estado do Maranhão;
*** Desembargador Francisco José de Carvalho Neto, Presidente do Tribunal do Trabalho Regional do Trabalho da 16ª Região;
*** Desembargador Gerson De Oliveira Costa Filho, Vice-presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região;
*** Gilberto Oliveira Lins Neto, Presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária – EMAP;
*** Ítalo César Ribeiro Lima, Assessor Especial da Presidência da Empresa Maranhense de Administração Portuária – EMAP;
*** Jacqueline Andrea Vempap, Diretora Executiva do Instituto Praticagem do Brasil;
*** Jesualdo Conceição da Silva, Diretor Presidente da Associação Brasileira de Terminais Portuários – ABTP;
*** João Mateus Borges Da Silveira, Advogado;
*** José Sabino da Rocha Filho, Assessor Administrativo da Empresa Maranhense de Administração Portuária – EMAP;
*** Júlio Moreira Gomes Filho, Presidente da Academia Maranhense de Letras Jurídicas;
*** Klaus Dias Pflueger, Representado na oportunidade por Oswaldo Soares Pflueger;
*** Leonardo Cahuê Martins, Presidente do Conselho da Autoridade Portuária – CAP;
*** Lusívaldo Moraes dos Santos, Engenheiro da Empresa Maranhense de Administração Portuária – EMAP;
*** Marcel Lopes Santos, Gerente de Fiscalização da Empresa Maranhense de Administração Portuária – EMAP;
*** Marcelo De Araújo Costa Coêlho, Diretor de Planejamento e Desenvolvimento do Porto do Itaqui;
*** Paulo Sergio Mont’alverne Frota, Juiz Titular da 7ª Vara do Trabalho de São Luís;
*** Sandro Rogerio Jansen Castro; Superintendente Regional da Polícia Federal no Maranhão;
*** Saulo Gonzales Boucinhas, Advogado;
*** Sérgio Sampaio Cutrim, Professor da Universidade Federal do Maranhão;
*** Thaís Borges, Sócia da empresa G5 soluções logísticas, com atuação no setor portuário;
*** Walmer Rocha, Diretor Geral do Porto da Alumar.

COBERTURA FOTOGRÁFICA DO EVENTO, EM 10/11/2023

DISCURSO DO PROFESSOR SÉRGIO CUTRIM, FALANDO PELOS DEMAIS AGRACIADOS
BOA NOITE A TODOS,

Gostaria de começar agradecendo por estarmos aqui neste momento. Primeiro a deus, que nos concedeu o dom da vida. Em seguida à Marinha do Brasil, à Capitania dos Portos do Maranhão, representada pelo capitão dos portos, Alexandre Roberto Januário, à Sociedade de Amigos da Marinha do Maranhão – SOMAR, representada pelo seu presidente, Silvio Lúcio de Oliveira Aguiar, e, claro, a todos os nossos familiares e amigos.

Hoje fui escolhido para fazer este breve discurso em nome de todos os agraciados com esta honrosa distinção. Serei breve, pois o próprio Silvio fez questão de especificar: “não precisa ser longo”. Talvez preocupado pelo fato de eu ser um professor e gostar de falar em público. Acredito que é a primeira vez que escrevo um discurso, normalmente falo de improviso, mas a situação faz jus.

Vivemos tempos difíceis, estamos em um momento de crise climática com profundas consequências para nossa sociedade, inclusive para o setor marítimo e portuário. Passamos por uma pandemia que nos trouxe tantas tristezas e mudou definitivamente nossos costumes e hábitos. O mundo transita por duas grandes guerras e diversos outros conflitos. E aqui estamos, vivos, respirando, nos confraternizando. E por isso temos que ser gratos.

Porém, o que nos traz esperança é que nunca a sustentabilidade em suas diversas estratégias, incluindo o ESG, esteve tão em evidência em nossas instituições, empresas e nos valores das novas gerações. Nosso desafio promissor é que todos sejamos capazes de utilizar os recursos naturais sem prejudicar os direitos das futuras gerações.

A Marinha do Brasil completou, em 2023, seu aniversário de 287 anos. Um marco inicial das atividades do comando da Marinha, em 28 de julho de 1736, com a promulgação, pelo rei de Portugal, D. João v, do alvará de criação da Secretaria de Estado dos Negócios da Marinha e domínios ultramarinos.

Por Sua Vez, A Capitania Dos Portos Do Maranhão Foi criada em 28 de julho de 1846 pelo Decreto Nº 460.  Completando, este ano, 177 anos de existência. Em 18 de junho de 1979, a  Soamar surgiu como instituição graças ao idealismo de um grupo de pessoas que foram agraciados como os primeiros Amigos da Marinha do Maranhão.

Estamos aqui para receber a distinção Medalha Amigos da Marinha. Ela foi criada em 1966, com o objetivo de reconhecer personalidades civis e militares. Também homenageia instituições com destaque no trabalho de divulgar a mentalidade marítima, o relacionamento e a defesa dos interesses atinentes à marinha.

Por que nós ganhamos esta medalha? E quando digo eu não me refiro apenas aos agraciados. Quando digo, me refiro a todos os nossos familiares e amigos. Se estamos aqui é por que muitos nos inspiram, nos apoiam e nos aconselham. Então, por que estamos aqui?

Por que de alguma forma contribuímos para o desenvolvimento do pensamento, estratégia e valores da Marinha do Brasil e assim contribuímos para o setor marítimo e portuário.

Para esta contribuição, cedemos dois dos nossos principais ativos. Nosso tempo, um recurso finito e de grande valor, e nosso conhecimento, que se materializa em nossos ofícios. Cedemos estes ativos por uma paixão genuína e legítima e assim contribuímos para o desenvolvimento do setor marítimo e portuário. E para conseguirmos fazer isso dependemos dos nossos familiares e amigos. Sem eles isto não seria possível. Como um quebra-cabeça, estamos individualmente dando nossa contribuição, representando também os esforços das instituições a qual estamos vinculados, entre elas:

ABTP EMAP; EMPRESAS DE ENGENHARIA; EXÉRCITO;  FORÇA AÉREA BR; INSTITUTO DE PRATICAGEM; MINISTÉRIO DE PORTOS E AEROPORTOS; OAB; ODFJELL GRANÉL QUÍMICA; POLÍCIA FEDERAL; POLÍCIA MILITAR; PREFEITURAS; TRIBUNAL DE JUSTIÇA; UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO, ENTRE OUTRAS INSTITUIÇÕES

A somatória da nossa contribuição forma este quebra-cabeça composto de energia, propósito e vocação. Já citei dois dos nossos grandes ativos, tempo e conhecimento, acrescento mais um: rede de relacionamento, ou networking, como queiram. A partir de agora fazemos parte de uma rede e temos a oportunidade de contribuir ainda mais para o nosso setor por meio da sinergia desta rede.

Aqui represento todos os agraciados com esta distinção, e muito orgulho por ser um representante da academia, de uma instituição de ensino e pesquisa, UFMA. Já são 13 anos de contribuição, desenvolvendo pesquisas, coordenando cursos de diversos tipos de formação, executando projetos de desenvolvimento e inovação, coordenando eventos, orientando alunos, publicando artigos, com muito orgulho e paixão.

Para concluir, agradeço à minha mãe, dona Ione, aqui presente, à minha esposa Susanne, que tanto me ajudaram e ajudam, e ao meu saudoso pai, que teria muito orgulho de ter visto o filho neste momento.

Obrigado a todos. Boa noite.