Hoje é 20 de junho de 2024. Dia do Revendedor; do Vigilante; do Refugiado; Início do Inverno e dia do Advogado Trabalhista # Futebol: O Botafogo empata com o Athletico Paranaense e mantém a liderança do Brasileirão # Hoje jogam Flamengo x Bahia e Palmeiras x Bragantino. Na LBF, as meninas do Sampaio Basquete venceram o Sodie Mesquita de 77 a 53.
Hoje é 20 de junho de 2024. Dia do Revendedor; do Vigilante; do Refugiado; Início do Inverno e dia do Advogado Trabalhista # Futebol: O Botafogo empata com o Athletico Paranaense e mantém a liderança do Brasileirão # Hoje jogam Flamengo x Bahia e Palmeiras x Bragantino. Na LBF, as meninas do Sampaio Basquete venceram o Sodie Mesquita de 77 a 53.
+32
°
C
+32°
+25°
São Luís
Domingo, 12
Ver Previsão de 7 Dias

junho 2024
DomSegTerQuaQuiSexSáb
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829

Foguete sul-coreano é lançado da Base de Lançamento de Alcântara

Após muitos adiamentos em 2022, o lançamento suborbital do foguete coreano HANBIT-TLV ocorreu em território brasileiro, no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Maranhão, no último domingo (19), às 14h52 (horário de Brasília). A janela de lançamento se estendia até terça-feira (21). As informações foram compartilhadas pela Força Aérea Brasileira (FAB) e o evento foi transmitido em tempo real no YouTube. A aeronave não tripulada foi lançada para experimento de novas tecnologias e equipamentos de última geração produzido pelos engenheiros do CTA.

É a 1ª vez que uma empresa privada estrangeira realiza um lançamento a partir do Centro de Lançamento de Alcântara O foguete foi lançado com sucesso graças uma parceria entre o Governo Brasileiro, a FAB e a empresa sul-coreana Inno Space. A missão é inédita, considerando ser o primeiro lançamento realizado pelo Centro de Lançamento de Alcântara, no Maranhão, atendendo um contrato de um cliente internacional, como é o caso da InnoSpace. O lançamento aconteceu justamente na hora prevista, 15h62 e durou exatos 4 minutos e 36 segundos.  

O lançamento é resultado de uma parceria entre o DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial), unidade da FAB (Força Aérea Brasileira), e a empresa sul-coreana Innospace. A operação foi batizada de Astrolábio é o lançamento de número 500º do CLA. “O sucesso deste lançamento binacional, envolvendo o Brasil e a Coreia do Sul, ratifica que o centro está totalmente apto, tanto do ponto de vista técnico-operacional, quanto do ponto de vista administrativo, para realizar lançamentos de foguetes nacionais e estrangeiros em praticamente quaisquer épocas do ano, com precisão e segurança”, disse Luciano Valentim Rechiuti, chefe do Subdepartamento Técnico do DCTA.

O foguete está equipado com uma carga útil 100% brasileira. O sistema faz parte de um experimento tecnológico relacionado a navegação autônoma de foguetes. Segundo a FAB (Força Aérea Brasileira), o foguete não pode ser usado para fins militares. O foguete mede 16,5 metros de comprimento e pesa cerca de 8,4 toneladas. A velocidade máxima que pode atingir é de 4.600 km/h. O foguete utiliza um sistema patenteado de alimentação por bomba elétrica, além de tecnologia híbrida, que utiliza propulsores à base de oxigênio líquido e uma mistura de parafinas. O sistema proporciona uma composição química estável, fabricação mais rápida e de menor custo, de acordo com a FAB. O lançamento do foguete estava previsto inicialmente para dezembro, mas foi adiado diversas vezes por motivos técnicos.

O vídeo do lançamento, que foi liberado pela empresa InnoSpace e está disponível no Youtube, foi compartilhado pelo deputado federal maranhense Pedro Lucas Fernandes. “Histórico. Foi feito hoje (domingo, dia 19/03/2023) o primeiro lançamento comercial no Centro de Lançamento de Alcântara. O foguete sul-coreano Hanbit-TL foi lançado com sucesso. A realização desse projeto é um marco para o programa espacial brasileiro. Muito feliz em ter ajudado na aprovação da AST que contribuiu para que isso fosse possível. ”, escreveu ele em sua rede social.

DEPOIMENTOS

Para o Chefe do Subdepartamento Técnico do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), Brigadeiro Engenheiro Luciano Valentim Rechiuti, a Operação, denominada Astrolábio, é o resultado da parceria entre o DCTA e a empresa sul-coreana INNOSPACE e demonstra a capacidade nacional em desenvolver tecnologias espaciais e lançar foguetes. “O sucesso deste lançamento binacional, envolvendo o Brasil e a Coreia do Sul, ratifica que o Centro está totalmente apto, tanto do ponto de vista técnico-operacional, quanto do ponto de vista administrativo, para realizar lançamentos de foguetes nacionais e estrangeiros em praticamente quaisquer épocas do ano, com precisão e segurança. Afinal, o Centro conta com equipes especializadas e altamente qualificadas, bem como infraestruturas e sistemas de preparação, lançamento e rastreio plenamente operacionais”, explicou.

“Estamos extremamente felizes com o resultado, pois ele reflete o trabalho de muitos profissionais envolvidos e diversos desafios superados ao longo do processo”, pontuou o Diretor do CLA, Coronel Engenheiro Fernando Benitez Leal.

O Presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), Carlos Augusto Teixeira de Moura, também celebrou o momento e ressaltou que o CLA já foi concebido com a ideia de abrigar não só o nosso Programa Espacial, mas também outros operadores. “Concretizamos o ideal lá dos anos 80, pois temos agora um operador privado internacional trabalhando aqui, o que abre a oportunidade de o Brasil efetivamente se inserir no mercado internacional de transporte espacial”, comentou.

Para o Diretor-Geral do DCTA, Tenente-Brigadeiro do Ar Maurício Augusto Silveira de Medeiros, a Operação Astrolábio mostrou ao Brasil e ao mundo a capacidade do CLA, que ainda será ampliada por meio do Centro Espacial de Alcântara (CEA).

“Este lançamento quebrou um paradigma, pois poderemos ter diversas operações comerciais, a partir do CEA, nos colocando entre os centros espaciais reconhecidos mundialmente e inseridos nesse mercado tão grande e que se desenvolve a cada dia mais, que é o mercado espacial. O lançamento do HANBIT-TLV e as parcerias futuras trarão uma série de benefícios, pois são receitas que vêm para o município de Alcântara, para o estado do Maranhão e para o Brasil”, concluiu.