Hoje é terça-feira, 28 de maio de 2024. Dia do Hambúrguer; do Ceramista; Dia Nacional de Luta pela Redução da Mortalidade Materna; Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher e Dia Mundial do Brincar # Futebol: jogam nesta noite pela Libertadores Atlético-MG x Caracas; Botafogo x Junior e Flamengo x Milionarios.
Hoje é terça-feira, 28 de maio de 2024. Dia do Hambúrguer; do Ceramista; Dia Nacional de Luta pela Redução da Mortalidade Materna; Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher e Dia Mundial do Brincar # Futebol: jogam nesta noite pela Libertadores Atlético-MG x Caracas; Botafogo x Junior e Flamengo x Milionarios.
+32
°
C
+32°
+25°
São Luís
Domingo, 12
Ver Previsão de 7 Dias

maio 2024
DomSegTerQuaQuiSexSáb
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Governo assina com a Vale renovação das ferrovias de Carajás e Vitória/MG

André Kuhn, diretor-presidente da Valec, o ministro Tarcísio de Freitas (Infraes)

O governo federal assinou no último dia 18 de dezembro a renovação dos contratos de concessão das estradas de ferro Vitória-Minas e da estrada de Ferro Carajás, ambas administradas pela mineradora com a Vale. A concessão de 30 anos prevê R$ 17 bilhões em investimentos, além de R$ 4,6 bilhões em outorgas. Parte do valor será usado para a construção da Fico (Ferrovia de Integração do Centro-Oeste), entre as cidades de Mara Rosa (GO) e Água Boa (MT). O objetivo é viabilizar o escoamento de grãos até da região do Vale do Araguaia até a Ferrovia Norte-Sul. Segundo o Ministério da Infraestrutura, 283 mil empregos serão gerados nas obras.

Segundo o ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas, “o investimento cruzado, a partir da utilização de recursos de outorgas, vai permitir dobrar a participação desse modal na matriz de transportes do país”. A declaração foi feita durante a cerimônia de assinatura do contrato na B3, Bolsa de Valores de São Paulo (SP). Depois de construída, a estrada de ferro Fico, com 383 km, será concedida à iniciativa privada. O valor investido na construção especificamente é de R$ 2,73 bilhões.

Em relação à EFVM (Estrada de Ferro Vitória-Minas), o investimento será de R$ 8,8 bilhões nos 895 KM. A ferrovia é usada para o escoamento de minério de ferro, carvão, aço, calcário, granito, contêineres, ferro-gusa, produtos agrícolas, madeira, celulose, combustíveis, entre outros.

Já a Estrada de Ferro Carajás – que liga as minas de minério de Parauapebas, no Pará, ao Complexo Portuário de Ponta da Madeira, em São Luís do Maranhão – terá investimento de R$ 8,2 bilhões.ao longo dos 892 km de linha férrea usada, prioritariamente, para movimentar minério de ferro, granéis minerais e combustíveis.

Lugar: PORTOSMA
Fonte: Agência Brasil
Data da Notí£©a: 19/12/2020