Hoje é terça-feira, 28 de maio de 2024. Dia do Hambúrguer; do Ceramista; Dia Nacional de Luta pela Redução da Mortalidade Materna; Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher e Dia Mundial do Brincar # Futebol: jogam nesta noite pela Libertadores Atlético-MG x Caracas; Botafogo x Junior e Flamengo x Milionarios.
Hoje é terça-feira, 28 de maio de 2024. Dia do Hambúrguer; do Ceramista; Dia Nacional de Luta pela Redução da Mortalidade Materna; Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher e Dia Mundial do Brincar # Futebol: jogam nesta noite pela Libertadores Atlético-MG x Caracas; Botafogo x Junior e Flamengo x Milionarios.
+32
°
C
+32°
+25°
São Luís
Domingo, 12
Ver Previsão de 7 Dias

maio 2024
DomSegTerQuaQuiSexSáb
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Navio Vale Maranhão faz viagem inaugural no Terminal Portuário de Ponta da Madeira

Vale Maranhão atracado no terminal de Ponta da Madeira

A Vale divulgou ontem fotos do megacargueiro Vale Maranhão, que atracou na última quinta-feira (24) no Píer IV do Terminal da Ponta da Madeira. A embarcação da classe Valemax, que homenageia o Maranhão, deve deixar São Luís na noite deste sábado depois de receber, em seus 10 porões, quase 400 mil toneladas de minério de ferro. A viagem do Vale Maranhão, além de histórica por perpetuar o estado em super graneleiro da classe valemax, serve, também, para ratificar a capacidade operacional do Pier IV, que está operando em caráter experimental, uma vez que ainda não foi oficialmente inaugurado pela Vale.

A embarcação, segundo o jornal “O Estado do Maranhão” estava na Baía de São Marcos desde o dia 12 deste mês, aguardando para atracar e receber o seu primeiro carregamento de minério de ferro. O navio tem 361 metros de comprimento e 65 metros de largura, com 403,8 mil toneladas de porte bruto e previsão de carga de 380 mil toneladas. É mais um gigante que compõe a frota da classe Valemax, atualmente os maiores mineraleiros do mundo, encomendados, desde 2008, a estaleiros chineses e sul-coreanos como o Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering, STX Offshore & Shipbuilding, Jiangsu Rongsheng Heavy Industries e Bohai Shipbuilding Heavy Industry. O Vale Maranhão é um dos últimos Valemax para compor uma frota de 35 embarcações, cada uma com capacidade máxima de carga de 395 mil toneladas, destinada a embarcar minério de ferro extraído da Serra de Carajás, no Pará, para o mercado internacional.

Antes de vir para sua viagem inaugura, o Vale Maranhão passou por um rigoroso período de teste de navegação no mar do Japão em fins de agosto deste ano. Monitorado pelo site Marínner Trafic, o gigante cruzou o oceano Índico, próximo à costa leste da África do Sul e atingiu o Atlântico para chegar ao Brasil. O Vale Maranhão é um dos últimos Valemax encomendados a estaleiros da China e da Coreia do Sul, que vão compor uma frota de 35 embarcações, cada uma com capacidade máxima de carga de 395 mil toneladas, destinada a embarcar minério de ferro extraído da Serra de Carajás, no Pará, para o mercado internacional. Outro Valemax que deve iniciar em breve a fase de testes de mar, segundo fontes do setor portuário, é o Vale Ponta da Madeira, que ainda está em fase de construção no estaleiro a STX Offshore & Shipbuilding, da Coreia do Sul, também responsável pelo Vale Maranhão, assim como o Vale Brasil, o primeiro da frota, que realizou o carregamento inaugural no TPM em maio de 2011.

Além do Terminal de Ponta da Madeira, os Valemax também atracam no complexo portuário de Tubarão, no Espírito Santo, onde a mineradora Vale mantém um sistema logístico, que passou por processo de dragagem para receber os megacargueiros. Além de Ponta da Madeira e Tubarão, os navios atracam regularmente nos portos de Taranto (Itália), Roterdã (Holanda), Sohar (Omã), Oita e Kimitsu (Japão) e Mindanao (Filipinas), e nas duas estações de transferência de minério da Vale em Subic Bay, nas Filipinas. Até o fim deste ano, os mineraleiros também vão passar a atracar no terminal marítimo e centro de distribuição da empresa na Malásia.

OBS: O navio que “nasceu” Vale Maranhão”, em 2013, passou pouco mais de 12 meses com esse. Em 2014, mudou o nome, de forma definitiva, para “SEA MARANHÃO”.

 

Lugar: PORTOSMA
Fonte: O Estado/Vale/Redação
Data da Notí£©a: 13/12/2013