Hoje é terça-feira, 28 de maio de 2024. Dia do Hambúrguer; do Ceramista; Dia Nacional de Luta pela Redução da Mortalidade Materna; Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher e Dia Mundial do Brincar # Futebol: jogam nesta noite pela Libertadores Atlético-MG x Caracas; Botafogo x Junior e Flamengo x Milionarios.
Hoje é terça-feira, 28 de maio de 2024. Dia do Hambúrguer; do Ceramista; Dia Nacional de Luta pela Redução da Mortalidade Materna; Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher e Dia Mundial do Brincar # Futebol: jogam nesta noite pela Libertadores Atlético-MG x Caracas; Botafogo x Junior e Flamengo x Milionarios.
+32
°
C
+32°
+25°
São Luís
Domingo, 12
Ver Previsão de 7 Dias

maio 2024
DomSegTerQuaQuiSexSáb
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Quarto Distrito Naval da Marinha tem um novo comandante

Sob o comando do Almirante de Esquadra Wladmilson Borges de Aguiar, Comandante de Operações Navais da Marinha do Brasil, o Vice-Almirante Sérgio Renato Berna Salgueirinho assumiu o cargo de novo Comandante do IV Distrito Naval, em substituição ao Vice-Almirante Antônio Capistrano de Freitas Filho A solenidade aconteceu no último 10 de abril, na sede do IV DN, na cidade de Belém, capital do Estado do Pará. Entre os convidados, da sociedade civil e militar, o Maranhão esteve representado pelo Presidente da Soamar Brasil, Orson Feres de Moraes Rêgo (acompanhado pelo vice-presidente da entidade, Jorge Eduardo Pessoa de Aragão, da Soamar de Pernambuco), o presidente da Soamar do Maranhão, Sílvio Lúcio de Oliveira Aguiar e o ex-capitão dos portos do Maranhão, Marcos Tadashi e o atual comandante da Capitania do Maranhão, o capitão de Mar e Guerra Alessandro Domingos Gurski. Além das autoridades de Marinha, presentes também diversos representantes do setor portuário, como, por exemplo, o senhor Walter Pinheiro, Diretor Executivo do Porto Norte da Vale.

TRANSMISSÃO DO CARGO DE COMANDANTE DO 4° DISTRITO NAVAL

AGRADECIMENTOS E BOAS VINDAS

“Após uma navegação de, aproximadamente, um ano e três meses, ressoa o apito marinheiro que marca a despedida do Vice-Almirante ANTÔNIO CAPISTRANO DE FREITAS FILHO do exercício do nobre cargo de Comandante do 4° Distrito Naval. Oficial de elevadas qualidades profissionais e pessoais, o Vice-Almirante CAPISTRANO desempenhou o cargo com exímia competência nos mais variados assuntos correlatos a esse importante Comando Naval de Área.

Alicerçado em um amálgama constituído pela experiência e por conhecimentos amealhados em 42 anos de carreira naval, timoneou o “Guardião do Portal da Amazônia” e suas Organizações Militares (OM) subordinadas com a habilidade típica de um “Marinheiro” experimentado por mares revoltos, de modo a proporcionar assessoria precisa e oportuna ao Comandante de Operações Navais.

Nesse sentido, destaco algumas das principais realizações do Com4°DN durante o Comando do Almirante Capistrano: – coordenou a 36ª edição do Círio Fluvial de Nossa Senhora de Nazaré, com emprego de vinte embarcações e a participação da família naval, bem como de autoridades civis e militares.

– empregou seus Navios e embarcações em ações de Patrulha Naval e Patrulhamento, as quais resultaram na abordagem de cerca de mil embarcações e, por conseguinte, na apreensão de cerca de 20 milhões de reais em multas e mercadorias ilegais;

– ampliou o quantitativo de Ações Cívico Sociais (ACiSo), de modo realizar mais de 7.000 atendimentos médicos e odontológicos, assim como distribuiu cerca de 66.000 medicamentos. Nessa esteira, estabeleceu um acordo com o Ministério da Saúde, por meio do qual 10 milhões de reais serão revertidos para a MB no triênio de 2024 a 2026;

– efetuou o transporte de 32.695 metros cúbicos de oxigênio para atender à emergência em saúde pública no Estado do Amapá, logística que, pelo emprego do Navio de Apoio Oceânico “Iguatemi”, carreou um vaporizador atmosférico, um misturador de ar medicinal e demais equipamentos hospitalares àquela Unidade da Federação;

– superou em mais de 80% o Índice de Eficácia dos Auxílios à Navegação sob responsabilidade do 4º Distrito Naval; – desenvolveu estudos direcionados ao aumento gradual do calado máximo de navegação no Canal do Quiriri, com apoio do Centro de Hidrografia e Navegação do Norte e da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental;

– concluiu a formação de mais de 2.300 alunos, por meio de 70 cursos do Ensino Profissional Marítimo, nas capitanias subordinadas e no Centro de Instrução Almirante Brás de Aguiar (CIABA), dentre os quais 47 alunos da Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante;

– promoveu sensíveis melhorias na qualidade de serviços médicos e hospitalares para a família naval, por meio da aquisição de modernos equipamentos de área da saúde, tais como uma ambulância UTI, uma mesa rádio transparente para utilização no centro cirúrgico, dentre outros equipamentos; – delimitou o novo ordenamento da Poligonal do Porto de Santarém, com vistas a incrementar a segurança da navegação na região; e

– no Plano de Concentração Logística (PCL), conduziu a efetivação do Centro de Intendência da Marinha em Belém como o primeiro centro de intendência a assumir a responsabilidade do rancho, em apoio às OM de um Complexo Naval. Faz-se mister mencionar adicionais consecuções, tais como:

– retomada da construção do Navio de Assistência Hospitalar “Anna Nery”; a realização do exercício de minagem defensiva da foz do Rio Amazonas

– Operação MINEX 2023 – após 13 anos de sua última edição; a execução da operação RIBEIREX 2023; e o apoio com Aeronaves Super Cougar do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Norte nas Operações ÁGATA FRONTEIRA NORTE e TERRA INDÍGENA YANOMAMI.

Ao passar a cana do leme do 4º Distrito Naval, ante aos protestos de congratulação por uma gestão segura e reconhecidamente exitosa, o Vice-Almirante Capistrano também se despede do serviço ativo, durante o qual ofertou diligentemente mais de quatro décadas de prestimosas contribuições à Marinha do Brasil. Natural de Fortaleza-CE, ingressou na briosa Força no ano de 1982, como aluno do Colégio Naval, e concluiu seu período de formação ao ser declarado Guarda-Marinha no solo sagrado da Ilha de Villegagnon, no ano de 1982.

Naquele momento indelével, o canto da canção “Adeus Escola Querida” impelia uma vibrante singradura, da qual hoje podemos nos orgulhar e reverenciar. Durante os anos em que ocupou os postos atinentes ao círculo de Oficiais Subalternos e o círculo de Oficiais Intermediários, demonstrou peculiar profissionalismo e liderança, qualidades que viriam a serem replicadas em toda a sua carreira naval. Nesse período, dentre outras honrosas funções, imediatou o Navio-Varredor “Atalaia” – o valente “Águia” – e ostentou a estrela dourada atinente ao seu primeiro comando no mar, o Aviso de Instrução “GuardaMarinha Brito”.

Como oficial superior, viveu a alegria de, mais uma vez, ter a sua flâmula de comando içada no mastro de combate de um Navio de Guerra, ao comandar a pujante Fragata “Defensora”. Ainda como oficial superior, exerceu relevantes funções, dentre as quais se destacam a de Assessor-Chefe de Relações Institucionais do Gabinete do Comandante da Marinha, Estagiário e Assessor do Colégio Interamericano de Defesa e Assessor de Relações Institucionais da Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha. Por todas as incontestes congruências de seus valores com a nossa rosa das virtudes, bem como pelas muitas experiências técnico-profissionais amealhadas ao longo de sua devotada carreira, ascendeu ao círculo de Oficiais Generais ao ser promovido ao posto de Contra-Almirante, em 31 de março de 2018.

Nesse círculo, exerceu, com notoriedade, os cargos de Subchefe de Logística do Estado-Maior da Armada, de Secretário de Coordenação de Sistemas do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, de Chefe de Gabinete da Secretaria-Geral do Ministério da Defesa e de Chefe do Gabinete do Comandante da Marinha e, por derradeiro, o cargo de Comandante do 4º Distrito Naval, que ora transmite em uma carta náutica perfeitamente plotada e iluminada.

Distinto Vice-Almirante CAPISTRANO, no momento em que rememoramos o grande legado consubstanciado pela sua abnegação e invulgar dedicação às atividades da Marinha do Brasil, formulo os mais expansivos protestos de estima e gratidão por sua consistente contribuição a este Órgão de Direção Setorial e à Marinha do Brasil. Rogo ao bom Deus que o abençoe em todos os planos que forem concebidos no seio da sua família, bem como a sustente com saúde, alegria e paz! BRAVO ZULU!

  1. BOAS VINDAS

Ao Vice-Almirante SERGIO RENATO BERNA SALGUEIRINHO, apresento as boas-vindas, com a certeza de que as qualidades morais e profissionais que o levaram a ser escolhido, pelo Comandante de Marinha, para tão nobre e honroso Comando o credenciam para a condução, com pleno êxito, do cargo que ora assume”.

WLADMILSON BORGES DE AGUIAR
Almirante de Esquadra Comandante de Operações Navais

AGRADECIMENTO E DESPEDIDA

“Há um ano e três meses, neste mesmo local, assumia o Comando do 4° Distrito Naval com palavras de entusiasmo pela missão que estava iniciando. Comandar no Portal da Amazônia, justamente onde a “Amazônia Verde” encontra com a “Amazônia Azul”, é um privilégio e foi uma benção de Deus! Não há dúvida de que a principal missão da Marinha é a defesa da Pátria, mas ela tem outra importante missão, que a liga ao dia a dia da sociedade brasileira, as nossas tarefas afetas à Autoridade Marítima.

Na Área de Jurisdição do 4° DN, onde de forma simplificada se diz que os “rios são as estradas”, as atividades de segurança da navegação, salvaguarda da vida humana e prevenção a poluição hídrica se destacam. Pelo mar, por esses rios, portos e terminais fluviais se deslocam pessoas, se transportam grandes riquezas de nosso País e o Estado leva cidadania a muitos brasileiros. Até pela grande área e longas distâncias, nosso hercúleo trabalho só pode ser realizado com apoio e muita parceria. Agradeço inicialmente ao Almirante de Esquadra WLADMILSON BORGES DE AGUIAR, Comandante de Operações Navais, que preside esta cerimônia, por apoiar e orientar este seu subordinado durante meu Comando, em especial, por durante todo esse período o senhor ainda ter acumulado o cargo de Diretor-Geral de Navegação.

Volto a destacar a importância da parceria para o cumprimento de nossa missão. Agradeço na pessoa do General de Exército GUILHERME, Comandante Militar do Norte, a parceria com as demais Forcas e órgãos da esfera federal, estadual e municipal, do Amapá, Maranhão, Pará e Piaui. O nosso entendimento e apoio mútuo é essencial para o desenvolvimento e bem-estar de nossa sociedade.

Aos membros da Sociedade Amigos da Marinha, nossos SOAMARINOS, que com desapego e motivação trabalham para uma maior integração da Marinha com os diversos segmentos da nossa sociedade, agradeço, nas pessoas de seus Presidentes, pela dedicação e principalmente, pela amizade e consideração demonstrada para comigo: na SOAMAR o Senhor ORSON FERES, na do Pará os Senhores RELTON PUREZA e CARLOS NASCIMENTO, na do Amapá o Senhor GLAUCO CEI, no Piauí os Senhores JOAO PAULINO e ANÍSIO ALMEIDA, no Maranhão o Senhor SILVIO AGUIAR, em Imperatriz o Sr. RAIFRAN MAGALHAES e em Santarém, que aceitou o desafio de reativar aquela SOAMAR no ultimo mês de fevereiro o Sr. BENE PANTOJA.

Aos Chefes do Estado-Maior que tive durante o meu Comado, Contra-Almirante CARLOS ROBERTO e COELHO RANGEL, mais do que assessores e subordinados, leais amigos, agradeço por todo o trabalho e parceria, que foram fundamentais na condução das mais variadas atividades do Distrito, bem como pela liderança do Estado-Maior e Titulares de OM subordinadas. Junto, com toda a tripulação das diversas organizações que compõem a estrutura do 4° Distrito Naval, foram fundamentais para o êxito de meu Comando. Muito obrigado! Gratidão especial a um amigo, meu Assistente, o CC (T) MÁRIO, que junto com a equipe que ele formou esteve ao meu lado em todos os momentos, nas minhas diversas comissões como Almirante, apoiando e buscando soluções para desafios que se apresentaram.

Desejo ao meu amigo de longa data, VA SALGUERINHO, muitas realizações pessoais e profissionais no Comando que ora assume, bem como que seja muito feliz junto com a sua esposa LILIAN e filhas MANUELA e LÍVIA nesta acolhedora cidade de Belém. Sucesso meu amigo. Dentro de poucos momentos, a minha Flâmula de Comando será arriada pela última vez.

Como me realizei e fui feliz neste Comando! Agradeço à Nossa Senhora de Nazaré por te me guiado até este momento, que também é para mim e minha família um marco, pois simboliza o final de uma jornada e o início de uma nova fase de vida! Jornada essa iniciada há mais de 42 anos, naquele janeiro de 1982, quando saí de Fortaleza para o Colégio Naval, em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, deixando para trás o convívio diário com meus amados pais e irmã, para iniciar minha carreira na Marinha.

Naquele momento, não tinha como imaginar que, apesar dos muitos desafios que tive que superar, viveria momentos fantásticos na carreira que escolhi. Logo, como Guarda-Marinha, participei da 6a Viagem de circum-navegação da história de nossa Marinha, a 3a do Navio-Escola “Brasil”. Embarcado, servi em diversos navios da Esquadra, fui imediato de um Navio-Varredor e comandei o Aviso de Instrução “GM Brito” e a Fragata “Defensora”. Nesses períodos, atraquei em diversos portos no Brasil e no exterior. Tive a felicidade de voltar ao convívio dos meus pais ao imediatar a Escola de Aprendizes Marinheiros do Ceará. Com meus dois maiores tesouros, minhas filhas MARIA EDUARDA e ANA LUÍSA, moramos em outro País, onde pudemos ter contato com outra cultura e adquirir muitas experiências que levamos por nossas vidas. Ainda vivi relevantes momentos ao servir na Assessoria Parlamentar da Marinha junto ao Congresso Nacional e, posteriormente, na Presidência da República.

Aproveitei intensamente todas as oportunidades que tive na Marinha, em especial a oportunidade que tive de encontrar o amor da minha vida, minha companheira e amiga, minha esposa CF (EN) ELAINE RODINO. Não tenho como agradecer a todos com quem tive a honra de dividir os conveses de nossos navios e organizações militares. Muito aprendi com Comandantes, chefes, companheiros de Praça d’Armas, colegas da Turma Almirante Protógenes Pereira Guimarães (CN-82/EN-88) e subordinados. Todos verdadeiros Camaradas! O coração marinheiro continuará batendo em meu peito e, assim, encerro tomando por inspiração alguns versos de uma das canções da Marinha: Adeus Camaradas Gentis! Servi a Pátria! Eu vou Partir! Viva a Marinha!”

ANTÔNIO CAPISTRANO DE FREITAS FILHO
Vice-Almirante Comandante

CONFIRA FOTOS DA SOLENIDADE

O atual e o agora ex-comandante do IV Distrito Naval.

Com o VA Capistrano, o presidente da Soamar do Maranhão, Sílvio Aguiar, o presidente da Soamar Brasil Orson Feres e o vice-presidente da Soamar Brasil Jorge Aragão.

 

       

Fonte:
Site Luís Celso News