Hoje é terça-feira, 28 de maio de 2024. Dia do Hambúrguer; do Ceramista; Dia Nacional de Luta pela Redução da Mortalidade Materna; Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher e Dia Mundial do Brincar # Futebol: jogam nesta noite pela Libertadores Atlético-MG x Caracas; Botafogo x Junior e Flamengo x Milionarios.
Hoje é terça-feira, 28 de maio de 2024. Dia do Hambúrguer; do Ceramista; Dia Nacional de Luta pela Redução da Mortalidade Materna; Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher e Dia Mundial do Brincar # Futebol: jogam nesta noite pela Libertadores Atlético-MG x Caracas; Botafogo x Junior e Flamengo x Milionarios.
+32
°
C
+32°
+25°
São Luís
Domingo, 12
Ver Previsão de 7 Dias

maio 2024
DomSegTerQuaQuiSexSáb
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Base de dados da ATP sobre terminais ganha versão em inglês

A Associação de Terminais Portuários Privados (ATP) lançou, em seu site, a versão em inglês do DATaPort, base de dados confiável que reúne números relacionados a investimento, movimentação de carga, atracação, índices ambientais, estruturas e demais informações relevantes dos terminais portuários brasileiros. No site da entidade, os interessados podem acessar gratuitamente a novidade da plataforma on-line, originalmente disponível em português.

O diretor-presidente da ATP, Murillo Barbosa, destaca que a nova versão do DATaPort em inglês é mais uma forma de compartilhar com o mundo as relevantes informações do setor portuário brasileiro e fortalecer a transparência dos dados. No total, o país tem 301 portos em funcionamento, dos quais 266 (88,3%) são privados, e 35 (11,6%), públicos (18 delegados, 15 federais e 2 concedidos).

Barbosa explica que o DATaPort é atualizado a partir de informações de fontes oficiais, como a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), o Fórum Econômico Mundial e a Marinha. Os números também são comparados com os de outras bases de dados oficiais. A versão em inglês é resultado do MOU assinado com Associação Internacional de Portos (IAPH, sigla em inglês), visando o fomento de estudos e pesquisas internacionais.

“A plataforma criada pela ATP reúne todas as informações sobre o setor portuário privado e público em um único sistema, oferecendo um diferencial único para quem busca informações completas e atualizadas”, afirma o diretor-presidente.

Com a versão em inglês, profissionais do setor portuário de todo o mundo e demais interessados poderão acessar as informações compiladas pela ATP em um banco de dados com um mecanismo de busca ágil sobre o panorama do setor em diversos aspectos, como tipos de carga e regiões do país. Por isso, o DATaPort já é considerado um hub qualificado de informações sobre os portos brasileiros.

 Assim como a versão em português, a versão em inglês possibilita visualizações interativas e recursos de business intelligence com uma interface simples e funcional. Um dos grandes diferenciais da ferramenta é apresentar ainda dados de investimentos e estruturas dos Terminais de Uso Privado (TUPs), como áreas, acesso e calado, em suas diversas instalações pelo país.

O DATaPort também oferece pesquisas personalizadas, de acordo com a necessidade do usuário do banco de dados. Segundo a ATP, a busca pode ser feita por tipo de instalação, região, unidade da federação, zona de praticagem e perfil de carga. Todas essas possibilidades podem ser aplicadas por meio de filtros na pesquisa, que gera gráficos e informações visuais aos interessados, de forma pontual, rápida e dinâmica. A versão em português foi lançada em julho de 2020.

O que é a ATP – Criada em 24 de outubro de 2013, a ATP representa e defende o segmento portuário privado e atua pela modernização dos portos brasileiros. Atualmente, reúne 33 empresas de grande porte e congrega 61 TUPs do país. Juntas, as associadas à ATP movimentam 53% da carga portuária brasileira e respondem pela geração de 47 mil empregos diretos e indiretos. As associadas são empresas que se destacam por suas performances positivas e por recordes sucessivos de movimentação. Atuam em áreas fundamentais da economia brasileira, como os setores de mineração, siderurgia, petróleo e gás, agronegócio, contêineres e complexos logísticos.

 

CLIK PARA ACESSAR A VERSÃO EM PORTUGUES

CLICK PARA ACESSAR A VERSÃO EM INGLÊS