Hoje é segunda-feira, 20 de maio de 2024. Dia do Pedagogo; do Técnico e Auxiliar de Enfermagem; dia Mundial das Abelhas; dia Nacional do Medicamento Genérico; aniversário de Palmas; Dia do Comissário de Menores e dia Mundial da Metrologia # Futebol: Sampaio 0x0 CSA de Alagoas; Cametá x Moto 1x4 Cametá e Maranhão 4x0 Águia do Marabá.
Hoje é segunda-feira, 20 de maio de 2024. Dia do Pedagogo; do Técnico e Auxiliar de Enfermagem; dia Mundial das Abelhas; dia Nacional do Medicamento Genérico; aniversário de Palmas; Dia do Comissário de Menores e dia Mundial da Metrologia # Futebol: Sampaio 0x0 CSA de Alagoas; Cametá x Moto 1x4 Cametá e Maranhão 4x0 Águia do Marabá.
+32
°
C
+32°
+25°
São Luís
Domingo, 12
Ver Previsão de 7 Dias

maio 2024
DomSegTerQuaQuiSexSáb
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Marinha do Brasil inaugura um monumento a Tamandaré

Com a chegada ao local da cerimônia do Chefe do Estado Maior do IV Distrito Naval, o Contra-Almirante Carlos Roberto e Silva Júnior, a Marinha do Brasil, através da Capitania dos Portos do Maranhão, realizou a cerimônia de inauguração do Monumento Almirante Tamandaré. O evento, realizado na área externa do Forte Santo Antônio, na Ponta D´Areia, faz parte do projeto de valorização dos vultos navais e em comemoração ao bicentenário da independência do Brasil.

Diante das presenças dos presidentes da Soamar Maranhão, da Soamar Brasil, do Capitão dos Portos Roberto Januário, da presidente do Syngamar e, dezenas de outras autoridades civis e militares, a solenidade foi aberta com a execução do Hino Nacional Brasileiro e, também, da Canção Cisne Branco, pela banda de música do Exército Brasileiro, Batalhão de Infantaria e Selva.

O monumento ao almirante Tamandaré faz parte de um projeto coordenado pelo Comando da Marinha e conta com o apoio de importantes parceiros de instituições privadas e instituições públicas. O projeto tem o propósito de difundir, por todo o Brasil, os exemplos de abnegação e amor à pátria, de heróis nacionais que integraram os quadros da Marinha, a fim de despertar o interesse pela história, inspirar sentimentos de civismo, e fortalecer, no cidadão brasileiro, a estima por sua própria nacionalidade.

Movido por ardoroso amor ao brasil e às coisas do mar, o almirante Joaquim Marques Lisboa, Marquês de Tamandaré, iniciou sua brilhante carreira na marinha, aos 15 anos de idade, como voluntário da recém-criada armada imperial, incumbida de combater as forças portuguesas que se opunham à nossa independência. A partir desse batismo de fogo, o Almirante Tamandaré lutou, com honra e tenacidade, pela integridade do brasil, em diversos episódios, ao longo do século XIX, chegando a comandar as forças navais brasileiras durante a guerra da Tríplice Aliança, maior conflito armado já ocorrido no continente Sul-Americano.

Além de exímio marinheiro, o Almirante Tamandaré se destacava por sua honradez, simplicidade e abnegação, colocando sempre os interesses do Brasil e da Marinha em primeiro lugar, tanto nas situações mais simples ou corriqueiras, quanto nas grandes decisões que tomou como chefe naval. Sua invulgar carreira, fervor patriótico, além de seus méritos e comportamentos exemplares, o renderam o título de Patrono da Marinha do Brasil. A sua notável contribuição à consolidação do Brasil como uma grande nação, livre e soberana, gravaram seu nome em aço, no livro de heróis da pátria, em exposição permanente na capital federal.

A placa de inauguração do monumento foi descerrada  pelo Contra-Almirante Carlos Roberto, acompanhado do Capitão de Mar e Guerra Alexandre Roberto Januário, Orson Feres; Sílvio Lúcio Aguiar; Ted Lago e Eduardo Brandão. Logo em seguida, foi realizada a cerimônia de aposição de uma coroa de flores, seguido de um toque de silêncio com todos os miliares presentes prestando continência ao marinheiro e herói brasileiro.

O Contra-Almirante usou da palavra para agradecer aos presentes e destacar a tenacidade e heroísmo do homenageado. “Esse tipo de cerimônia, e reconhecimento, está acontecendo em todo o Brasil e aqui, no Maranhão, me sinto honrado por poder presidir tão significativa homenagem ao nosso patrono. Ele agradeceu as entidades parceiras como Soamar e Associação de Praticagem e a todos e ao Instituto Histórico do Maranhão por permitir a edificação de tal monumento em uma área tão nobre e significativa como é praia onde está fincado o Forte de Santo Antônio”, concluiu.

A cerimônia teve ainda dois momentos especiais importante. O primeiro foi a concessão da Medalha do Mérito Tamandaré ao presidente da Soamar, Sílvio Lúcio de Oliveira Aguiar e, também, a promoção do senhor Ariel Dantas de Sousa, de Capitão-Tenente para Capitão de Corveta. Nos dois casos, coube ao Contra-Almirante Carlos Roberto realizar a entrega da Comenda ao Presidente da Soamar e a troca de Platina do oficial promovido. Clique na Galeria para ver as fotos da cerimônia.