Hoje é terça-feira, 28 de maio de 2024. Dia do Hambúrguer; do Ceramista; Dia Nacional de Luta pela Redução da Mortalidade Materna; Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher e Dia Mundial do Brincar # Futebol: jogam nesta noite pela Libertadores Atlético-MG x Caracas; Botafogo x Junior e Flamengo x Milionarios.
Hoje é terça-feira, 28 de maio de 2024. Dia do Hambúrguer; do Ceramista; Dia Nacional de Luta pela Redução da Mortalidade Materna; Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher e Dia Mundial do Brincar # Futebol: jogam nesta noite pela Libertadores Atlético-MG x Caracas; Botafogo x Junior e Flamengo x Milionarios.
+32
°
C
+32°
+25°
São Luís
Domingo, 12
Ver Previsão de 7 Dias

maio 2024
DomSegTerQuaQuiSexSáb
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Navio José Alencar faz viagem inaugural no porto do Itaqui, em São Luís do Maranhão

Rocha Muniz, da Muniz Agência Muniz, no cais do Itaqui

 O navio petroleiro José Alencar, que deu início às atividades no dia 14 deste mês, em Niterói (RJ), faz sua viagem inaugural e atracou na última quinta-feira, 30/01, no berço 104 do Porto do Itaqui. A embarcação descarregou 4,5 mil toneladas de derivados de petróleo e já seguiu viagem no dia 1º de fevereiro com destino ao porto de Belém. A primeira viagem foi marcada pela visita do Capitão dos Portos, CMG Marcos Tadashi, recentemente empossado no cargo de comandante maior da Marinha no Estado do Maranhão. Além do staff da Capitania, também participaram da visita representantes da Transpetro/Petrobras e da Muniz Agência, empresa que representa os navios da Transpetro no Estado. Ao contrário da primeira viagem do navio Sérgio Buarque de Holanda, quando, alem de empresários, membros da imprensa local puderam visitar a embarcação e conhecer detalhes do seu funcionamento, maquinários e tripulação, desta vez, a Transpetro proibiu o acesso de jornalista ao novo navio.

De acordo com informações da Petrobras, o navio José Alencar foi batizado em homenagem ao ex-vice-presidente da República, homem público e empresário que foi exemplo de competência, persistência e patriotismo. Do humilde balconista que, aos 14 anos, já trabalhava em um armarinho em Muriaé (MG), ao comandante de um império industrial, José Alencar se transformou em um líder empresarial e político respeitado e admirado que ajudou a escrever importantes páginas da história do Brasil.

O petroleiro tem 12 tanques de carga, velocidade de 14,6 nós (22,2 km/h) e autonomia de 12 mil milhas náuticas (aproximadamente 22 mil quilômetros). Será responsável pelo transporte de derivados claros de petróleo. Com 183 metros de comprimento (o equivalente a quase dois campos oficiais de futebol), 32,2 metros de largura, 43,8 metros de altura (mais alto que a estátua do Cristo Redentor), o navio tem capacidade para transportar 56 milhões de litros de combustíveis (quantidade suficiente para encher aproximadamente 13 piscinas olímpicas). Em sua construção, foram utilizadas 9.147 toneladas de aço estrutural; 250 toneladas de acessórios de casco; 25 mil litros de tintas e solventes; 4.500 peças de tubos pesando 380 toneladas; 95 mil metros de cabos elétricos e 274 toneladas de eletrodos e consumíveis.

Promef – O navio José Alencar é a sexta embarcação do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef) a entrar em operação em um prazo de dois anos e finaliza o primeiro lote de encomendas pela Transpetro a estaleiros brasileiros dentro do Promef. Já foram entregues sete navios e outros 12 se encontram em construção. Em 2014, o Promef deverá bater um novo recorde: serão sete navios a entrar em operação. O novo lote demandará investimentos de R$ 1,4 bilhão, dentro dos R$ 11,2 bilhões previstos para a construção de 49 navios e 20 comboios hidroviários do Promef. O programa também viabilizou a construção de três novos estaleiros: Atlântico Sul (EAS) e Vard Promar, em Pernambuco; e Rio Tietê (ERT), em São Paulo.

Além do José Alencar, o primeiro lote do Promef inclui outros três navios de produtos, já em operação: Celso Furtado (novembro/2011), Sérgio Buarque de Holanda (julho/2012) e Rômulo Almeida (janeiro/2013). Além desses, o Estaleiro Atlântico Sul (EAS) entregou à Transpetro os suezmax João Cândido (maio/2012) e Zumbi dos Palmares (maio/2013), e o petroleiro Dragão do Mar (dezembro/2013), este com início das operações previsto para o primeiro trimestre deste ano. Com os sete navios entregues, o índice de conteúdo nacional será superior a 65%, quantitativo estipulado para a primeira fase do programa, garantindo geração de emprego e renda no país. Apenas no Estaleiro Mauá, onde o José Alencar foi construído, foram gerados 3,4 mil postos de trabalho, dos quais 1,2 mil diretamente na construção da embarcação.

Números

– 183 Metros de comprimento tem o navio de produtos José Alencar, o equivalente a quase dois campos oficiais de futebol, segundo a Transpetro.

– 43,8 Metros de altura (do fundo do casco até o topo do castelo, onde está localizada a ponte de comando e os alojamentos), mais alto que a estátua do Cristo Redentor.

– 56 Milhões de litros de combustíveis é a capacidade de transporte do navio, quantidade suficiente para encher aproximadamente 13 piscinas olímpicas.

11 ANOS DA MUNIZ AGÊNCIA – No momento em que completa 11 anos de atividades portuárias no Maranhão e em alguns dos mais importantes complexos portuários do Norte e Nordeste, a Muniz Agência, que tem sob seu comando do empresário Juvenal Rocha Muniz, dá um importante passo a consolidar sua atuação no setor de agenciamento e atendimento naval. Está inaugurando um posto avançado da empresa dentro da área do porto organizado da Emap e assim otimizará, de uma forma cada vez mais eficiente, o atendimento a um mercado exigente e, em especial, o seu contrato de exclusividade com os navios da Petrobras. A Muniz Agência é Petrobras Agent’s e atende todos os navios da Transpetro que aportam no Complexo Portuário do Itaqui.

O posto avançado terá todas as ferramentas da matriz e será colocada a disposição de comandantes e tripulantes como um ponto de referência, em tempo real, para soluções de inúmeros problemas de deslocamentos, hoje complicados em virtude do tráfego intenso das vias de acesso ao Itaqui e os constantes engarrafamentos que tem produzidos sérios problemas para todas as empresas que atuam no Itaqui e tem seus centros de comando fora da área portuária. “É uma etapa importante da consolidação da nossa empresa no mercado e a consolidação de um projeto que há muito vínhamos tentando implantar e só agora estamos tornando realidade”, explica Juvenal Rocha Muniz.

NAVIO JOSÉ DE ALENCAR – Como agente da Transpetro/Petrobrás, a Muniz também participou, nesta quinta-feira, 30, da visita a bordo para conhecer o navio José de Alencar, que escolheu a capital maranhense, e o porto de São Luís, para a sua viagem inaugural. A Transpetro aproveitou a oportunidade da troca de comando na Capitania dos Portos e convidou também o novo Capitão dos Portos do Maranhão, CMG Marcos Tadashi, para conhecer o novíssimo navio, recebendo informações do Comandante Luis Otavio de Miranda. O navio petroleiro José de Alencar, nome escolhido em homenagem ao vice-presidente, já falecido, do então Presidente Lula, tem 183 metros de comprimento, 32m de largura, 18,5m de pontal, 12,8m de calado e 43,8, de altura. São 12 tanques de carga e mais 2 de sobras. Ele possui 47.901 de TPB, atinge uma velocidade de 14,6 nós e tem autonomia de 12 mil milhas náuticas.

 

Lugar: PORTOSMA
Fonte: Muniz Agência
Data da Notícia: 01/02/2014