Hoje é domingo, 19 de abril de 2021, Dia do Exército Brasileiro e dia do Índio # Deu Max Verstappen no grande prêmio da Itália no circuito de Emilia Roamania. Hamilton chegou m segundo e a McLaren de Lando Noris em terceiro.
Papai Noel granel quimica Formula Um propaganda1
HOME
Entrevista
 Ogmo/itaqui
Syngamar
Telex/Aniversários
 Agencias Marítimas
Soamar MA
Amigos da Marinha
Fotos & Imagens
Dicas/Serviços
Capitania dos Portos do Maranhão
The best of web
Fale conosco


Vale
 Consócio Alumar
Itaqui
 Site da Antaq
 Todos os portos
 Cartas Náuticas

Concursos
Prêmio Smart
Escoteiros em Foco
Cais do Jeep
Seminário Landlord
Dia da MULHER

Osvaldo Rocha
Comandante RAMOS
 Herbert Santos
Telex/Aniversários
 Humor
Ponto de Vista

José Clementino
Elson Burity
 Bento Moreira Lima

Aniversário Alumar
 Carta Pero Vaz
 Dia do Portuário
 Escoteiros em foco
 Nosso Papai Noel
 São Luis 408 anos
 Copa América 2019
 Cais do JEEP
 O Trem da Vale
Museu da Soamar
Presidentes do Brasil
Farol de Mandacaru
TV no Brasil: 70 anos
Hinos do Brasil

Pratimar
Petrobras
Portal Exportador
Banco Central
Receita Federal
Marinha do Brasil
Capitania Maranhão
Conapra
Policia Federal
Obra Prima CE











Aeroportos de São Luís e Imperatriz são leiloados; concessão é válida por 30 anos
Os dois terminais maranhenses, que pertencem ao Bloco Central foram arrematados por R$ 754 milhões.


Aeroporto Cunha Machada em São Luís
Os dois terminais maranhenses, que pertencem ao Bloco Central com mais outros quatro aeroportos, foram arrematados por R$ 754 milhões. Leilão aconteceu na última quarta-feira, dia 7 de abril de 2021.

Os aeroportos de São Luís e de Imperatriz foram leiloados nesta quarta-feira (7) pelo governo federal. Os terminais foram arrematados pela Companhia de Participações e Concessões (CPC) do grupo CCR, e deve administrar os aeroportos pelos próximos 30 anos. Os dois terminais maranhenses fazem parte do Bloco Central, composto pelo aeroporto de Goiânia (GO), de Palmas (TO), Petrolina (PE) e Piauí (PI). Os seis aeroportos foram arrematados por R$ 754 milhões, com ágio de 9.156,01%. Ao todo, serão investidos R$ 1,8 bilhão no bloco.

Além do valor à vista, as regras do leilão preveem uma outorga variável, a ser paga a partir do quinto ano de contrato até o fim da concessão. No geral, foram leiloadas a concessão de 22 aeroportos do país. O governo federal arrecadou R$ 3,3 bilhões com o leilão e a estimativa, é que a União arrecade R$ 6,1 bilhões durante os 30 anos de concessão.

Propostas vencedoras

Bloco Sul: Companhia de Participações em Concessões: R$ 2,128 bilhões, ágio de 1.534,36%

Bloco Norte: Vinci Airports: R$ 420 milhões, ágio de 777,47%

Bloco Central: Companhia de Participações em Concessões: R$ 754 milhões, ágio de 9.156,01% de 12 aeroportos para a iniciativa privada. O ágio médio foi de 986% e 9 grupos participaram da disputa.

Este é o segundo leilão de aeroportos do governo do presidente Jair Bolsonaro. No anterior, realizado em março de 2019, o governo arrecadou R$ 2,377 bilhões à vista com a transferência de 12 aeroportos para a iniciativa privada. O ágio médio foi de 986% e 9 grupos participaram da disputa.

A 6ª Rodada de concessão de aeroportos abre a chamada "Infra Week". A semana terá ainda o leilão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) na quinta-feira (8) e de 5 terminais portuários no Maranhão e no Rio Grande do Sul, na sexta-feira (9). O governo espera garantir mais de R$ 10 bilhões em investimentos privados no Brasil com a semana de leilões, além da geração de 200 mil empregos diretos e indiretos.

Lugar: PORTOSMA
Fonte: Agência Brasil
Data da Notí£©a: 07/04/2021

Untitled