Em um comunicado a imprensa, o prefeiro de São Luís, Eduardo Braide, anunciou que a vacinação contra o coronavírus começa nesta quarta-feira, dia 20 de janeiro, obedecendo o calendário elaborado pela Comissão de vacinação da Prefeitura de comum acordo com o Estado e Ministério da Saúde.
Papai Noel alumar40anos ColunaRAMOS mandacaru
HOME
Entrevista
 Ogmo/itaqui
Syngamar
Telex/Aniversários
 Agencias Marítimas
Soamar MA
Fotos & Imagens
Dicas/Serviços
Capitania dos Portos do Maranhão
The best of web
Fale conosco


Vale
 Alumar
Itaqui
 Cargas
 Todos os portos
 Cartas Náuticas

Concursos
Prêmio Smart
Escoteiros em Foco
Cais do Jeep
Seminário Landlord

Osvaldo Rocha
Comandante RAMOS
 Herbert Santos
Telex/Aniversários
 Humor
Ponto de Vista

José Clementino
Elson Burity
 Bento Moreira Lima

Aniversário Alumar
 Carta Pero Vaz
 Dia do Portuário
 Escoteiros em foco
 Nosso Papai Noel
 São Luis 408 anos
 Copa América 2019
 Cais do JEEP
 O Trem da Vale
Museu da Soamar
Presidentes do Brasil
Farol de Mandacaru
TV no Brasil: 70 anos

Pratimar
Petrobras
Portal Exportador
Banco Central
Receita Federal
Marinha do Brasil
Capitania Maranhão
Conapra
Policia Federal
Obra Prima CE











Porto do Itaqui fecha o ano de 2020 com 25,3 milhões de toneladas de cargas movimentadas
Números, segundo dados da Emap, ficaram bem acima da marca histórica alcançada em 2019.


Porto do Itaqui, em São Luís, capital do estado do Maranhão
Porto do Itaqui fecha 2020 acima da marca histórica (Foto: Divulgação)
O Porto do Itaqui chegou ao final de 2020 com movimentação acima da marca histórica alcançada em 2019 e fecha o ano com 25,3 milhões de toneladas de cargas movimentadas. Os grãos (soja, milho e farelo de soja) chegaram aos 12,1 milhões de toneladas – incluindo as operações do Tegram e da VLI –, um crescimento de 8,5% sobre o mesmo período do ano passado. E o volume de fertilizante atingiu os 2,6 milhões de toneladas movimentadas, registrando alta de 21%.

Destaque também para a celulose, com 1,4 milhão de toneladas exportadas e 35% acima do que foi exportado em 2019; além das cargas em contêineres, com a consolidação da escala semanal neste ano. Esses resultados foram alcançados junto ao intenso trabalho de prevenção e combate à covid 19, definido em um plano de enfrentamento à pandemia, deflagrado nos primeiros meses do ano, com foco em manter a saúde dos trabalhadores e a segurança das operações.

“Tivemos um ano difícil, de muitas incertezas, iniciado com as primeiras notícias da covid-19, quando começamos a entender os possíveis impactos da pandemia nos mercados em que atuamos e a tomar medidas para manter nossas equipes em segurança e a regularidade das operações. Mas com determinação e resiliência chegamos a esse recorde que confirma a sequência positiva que estamos alcançando desde 2015”, afirma o presidente do Porto do Itaqui, Ted Lago.

“Um resultado que não seria possível sem a parceria e o empenho das equipes da EMAP, dos operadoras, arrendatários, armadores, agências marítimas, órgãos anuentes, praticagem, OGMO, trabalhadores portuários e todos os que fazem do Porto do Itaqui uma referência para o Maranhão e para o Brasil”, completa.

Expansão - Marco do projeto de expansão que vem sendo empreendido no Porto do Itaqui desde o ano passado, o Novo Tegram iniciou suas atividades no final do primeiro semestre e inaugurou um novo estágio de crescimento que fortalece ainda mais a importância do porto público do Maranhão como líder no escoamento da produção de grãos do Arco Norte do país.

Os investimentos do Consórcio Tegram no Itaqui possibilitam realizar embarques simultâneos de grãos pelos berços 100 e 103, elevando a capacidade do porto para movimentar 20 milhões de toneladas de grãos por ano, considerando também as operações da VLI no Berço 105.O Consórcio investiu R$ 260 milhões nesta segunda fase do empreendimento. Somados ao aporte de recursos da primeira fase (R$ 600 milhões), o total investido é de R$ 860 milhões. A obra gerou cerca de 500 empregos e no pós-obra o terminal deve absorver mais de 100 novos trabalhadores.

Destaque logístico para o agronegócio brasileiro, o Tegram é uma das maiores obras de infraestrutura para a exportação da safra brasileira de grãos e tem beneficiado diretamente os produtores da região do MATOPIBA (Maranhão, Tocantins, Piauí, Bahia) e do Nordeste de Mato Grosso. A proximidade do Itaqui com a nova fronteira agrícola do Brasil gera maior agilidade no escoamento da safra para mercados estratégicos, como o europeu e o asiático.

Reconhecimento e certificações - Para além das ações de enfrentamento da pandemia provocada pelo novo coronavírus, 2020 fica marcado na EMAP – Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), gestora do Porto do Itaqui, como o ano da conquista da tripla certificação ISO. A obtenção do selo da Norma ISO 27.001, da Segurança da Informação, reuniu-se às certificações nas ISO 9001:2015 e 14001:2015, que atestam, respectivamente, excelência na gestão da qualidade e do meio ambiente, conquistadas anteriormente.

Destaque também para o duplo reconhecimento no Prêmio Portos + Brasil, instituído pelo Ministério da Infraestrutura (MInfra) neste ano, que coloca o Itaqui no top 3 dos portos brasileiros em duas categorias: IGAP (Índice de Gestão das Autoridades Portuárias) e Execução dos Investimentos Planejados. O porto público do Maranhão também integra o top 3 no ranking de desempenho ambiental da ANTAQ.

Preparado para 2021 - A gestão do Porto do Itaqui tem em curso um Plano de Investimentos – entre recursos públicos e privados – no valor total de R$ 1,4 bilhão para infraestrutura portuária, que abrange obras entregues, em andamento e projetos para 2021. Com recursos próprios da EMAP – Empresa Maranhense de Administração Portuária, gestora do Porto do Itaqui, estão em fase de conclusão as obras de recuperação dos berços, pavimentação das vias internas e de acesso ao porto, novo sistema elétrico com modernização da subestação receptora e a construção de uma base de resposta a emergência no Terminal da Ponta da Espera.

Entre os investimentos privados mais importantes, além do Novo Tegram, destacam-se as obras em andamento da expansão do terminal de fertilizante, de dois terminais de granéis líquidos e um de celulose, que devem ser concluídas em 2021. Ainda para o próximo ano está previsto o leilão de quatro novos terminais de combustíveis, a construção de um novo berço (99) e uma pêra ferroviária.

Lugar: PORTOSMA
Fonte: J Pequeno/Redação/Emap
Data da Notí£©a: 03/01/2021

Untitled