Hoje é quarta-feira-feira, 28 de outubro de 2020, dia do Funcionário Público e dia de São Judas Tadeu # Pela Copa do Brasil, no jogo de ida, o Cuiabá derrotou o Botafogo de 1x0 # Jogos de hoje da Copa Brasil: Santos x Ceará; Atlético-GO x Internacional; Athletico-PR x Flamengo e Corinthians x Amérca Mineiro,
Formula Um presidentesdobrasil granel quimica mandacaru
HOME
Entrevista
 Ogmo/itaqui
Syngamar
Telex/Aniversários
 Agencias Marítimas
Soamar MA
Fotos & Imagens
Dicas/Serviços
Capitania dos Portos do Maranhão
The best of web
Fale conosco


Vale
 Alumar
Itaqui
 Cargas
 Todos os portos
 Cartas Náuticas

Concursos
Prêmio Smart
Escoteiros em Foco
Cais do Jeep
Seminário Landlord

Osvaldo Rocha
Comandante RAMOS
 Herbert Santos
Telex/Aniversários
 Humor
Ponto de Vista

José Clementino
Elson Burity
 Bento Moreira Lima

Aniversário Alumar
 Carta Pero Vaz
 Dia do Portuário
 Escoteiros em foco
 Nosso Papai Noel
 São Luis 408 anos
 Copa América 2019
 Cais do JEEP
 O Trem da Vale
Museu da Soamar
Presidentes do Brasil
Farol de Mandacaru
TV no Brasil: 70 anos

Pratimar
Petrobras
Portal Exportador
Banco Central
Receita Federal
Marinha do Brasil
Capitania Maranhão
Conapra
Policia Federal
Obra Prima CE











Porto de Alcântara trabalha licenciamento e captação de carga para operar em 2024
Projeto visa transportar 180 milhões/t e tem investimentos acima dos R$ 10 bilhões para sua implantação.


Ilustração do Terminal Portuário de Alcântara
O Terminal Portuário de Alcântara, projetado para ser implantado na cidade aeroespacial de Alcântara, município do estado do Maranhão, obteve termos de referência do Ibama para a realização do licenciamento ambiental do projeto e está em reuniões com empresas dos setores mineral e agropecuário para a captação de cargas a serem operadas no futuro terminal. Premiado pela CG-LA, consultoria internacional de infraestrutura, como melhor projeto de engenharia em seu prêmio anual, o TPA planeja estar com o licenciamento concluído no fim do próximo ano para iniciar as obras em 2022 e ter as primeiras cargas operando em 2024.

O terminal está projetado para transportar inicialmente 180 milhões de toneladas de carga e tem investimentos acima dos R$ 10 bilhões para sua implantação. Em apresentação datada de setembro de 2020, a empresa mostra que o arco norte terá papel fundamental para o escoamento de grãos tanto da região do Matopiba, na qual o Maranhão está incluído, como também do Mato Grosso, para onde há previsão da construção de uma nova ferrovia, a FICO - Ferrovia de Integração do Centro-Oeste -, cujas cargas, afiam o estudo, terá menor custo se forem exportadas pelos terminais ao norte do país.

Segundo Paulo Salvador, sócio da Grão-Pará Multimodal, responsável pelo projeto, a pandemia atrasou a liberação pelo Ibama para que as equipes possam ir a campo para fazer os trabalhos necessários para os estudos de impacto ambiental previstos. Com a liberação, ele acredita que será possível concluir as etapas necessárias até o licenciamento do projeto. Salvador afirmou ainda que o modelo para financiar o TUP continuará sendo de consórcios que vão se formar para ocupar as áreas dentro do terminal, lembrando que o TUP seria uma espécie de “land lord privado”, responsável pela operação portuária.

FERROVIA - O acesso principal ao porto seria por um ramal ferroviário de 215 quilômetros a partir da Estrada de Ferro Carajás ligando as cidade maranhense de Alto Alegre e Alcântara. Segundo Salvador, a empresa continua confiando que será possível fazer a ferrovia no modelo de autorização, o que está em análise pelo Senado ainda como projeto de lei (PLS 261). Segundo ele, há também há esperança de um projeto estadual no mesmo sentido. “Quando estivemos com o ministro Tarcísio de Freitas em outubro do ano passado, ele disse que fazia gosto que o nosso projeto fosse a 1ª licença emitida pelo PLS 261 e viria na inauguração”, disse Salvador.

O PLS 261 tem sido anunciado como um dos prioritários do governo no setor de infraestrutura, mas, sempre existe a realidade da pandemia, praticamente não avançou no atual governo. Ele segue na Comissão de Infraestrutura do Senado, sem acordo para ser votado. Além disso, a pandemia paralisou os trabalhos das comissões. Ainda segundo o sócio da Multimodal Grão Pará, se houve um descasamento do cronograma da ferrovia e do porto, o terminal pode operar inicialmente transportando cargas rodoviárias, até que o ramal ferroviário seja concluído, o que será essencial para o desenvolvimento do projeto.

Lugar: PORTOSMA
Fonte: Redação/Jornal Pequeno
Data da Notí£©a: 04/10/2020

Untitled