Hoje é terça-feira, 18 de fevereiro de 2020, dia Nacional de Combate ao Alcoolismo # Jogado ontem no Frei Epifânio o time do Imperatriz recebeu o Fortaleza pela Copa do Nordeste e perdeu pelo placar de 2x1.
humberto gomes granel quimica mandacaru propaganda1
HOME
Entrevista
 Ogmo/itaqui
Syngamar
Telex/Aniversários
 Agencias Marítimas
Soamar MA
Fotos & Imagens
Dicas/Serviços
Capitania dos Portos do Maranhão
The best of web
Fale conosco


Vale
 Alumar
Itaqui
 Cargas
 Todos os portos
 Cartas Náuticas

Concursos
Prêmio Smart
Escoteiros em Foco
Cais do Jeep
Seminário Landlord

Osvaldo Rocha
José Oliveira
 Herbert Santos
Telex/Aniversários
 Humor
Ponto de Vista

José Clementino
Elson Burity
 Bento Moreira Lima

Aniversário Alumar
 Carta Pero Vaz
 Dia do Portuário
 Escoteiros em foco
 Nosso Papai Noel
 São Luis 406 anos
 Copa América 2019
 Cais do JEEP
 O Trem da Vale
Museu da Soamar

Pratimar
Petrobras
Portal Exportador
Banco Central
Receita Federal
Marinha do Brasil
Capitania Maranhão
Conapra
Policia Federal
Obra Prima CE











Reinauguração pelo Presidente Bolsonaro da Estação Comte. Ferraz, na Antártica - Parte I
Considerações do Comandante Elson Burity deste marco de pesquisa avançada da Marinha e do Brasil


Elson de Azevedo Burity, quando esteve na Estação Comadante Ferraz
Por Elson Azevedo Burity*

Aproveitando o oportuno momento de reinauguração da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF), presidida pelo vice-presidente da República, gostaria de fazer alguns comentários pertinentes, para não deixar passar em branco um momento tão significativo e de orgulho para nós brasileiros, para a Marinha do Brasil e para o Brasil.

Consta que o Conselho Internacional da União Científica (ICSU) aprovou em 1957 a criação do Comitê Especial para Pesquisas Antárticas (SCAR), formado por delegados de diversos países, inclusive o Brasil. Entretanto, para que  tivéssemos um assento no Conselho Consultivo do Tratado da Antártica, seria necessária a posse de uma Estação de pesquisas científicas naquele inóspito continente gelado. Assinado por 12 países em 01/DEZ/1959, o Tratado da Antártica , que vigorou em 23/JUN/1961, consagrava os princípios de liberdade para as pesquisas científicas, a cooperação internacional e a utilização pacífica, proibindo a militarização da região ou mesmo para servir como depósito de resíduos radioativos.  Numa visão político-estratégica do então Ministro da Marinha (1979 a 1984), o saudoso Almirante Maximiano Eduardo da Silva Fonseca, a Marinha do Brasil inaugurou em 06/FEV/1984, a Estação Antártica Comandante Ferraz, localizada na Ilha do Rei George, na Baía do Almirantado, que foi construída em módulos metálicos com espessas camadas de material isolante, sendo transportados pelo Navio de Apoio Oceanográfico "Barão e Teffé" (H-42) e outros navios, que inicialmente era composta por 5 laboratórios.

O nome da Estação homenageia o maranhense e comandante  Luís Antônio de Carvalho Ferraz, hidrógrafo e oceanógrafo, pioneiro brasileiro da exploração da Antártica, que morreu subitamente aos 42 anos de idade, quando participava da Reunião Geral do Comitê Científico para Pesquisas Oceanográficas, em Halifax, no Canadá.

Posteriormente, no ano de 1990, a bordo do NApOc "Barão de Teffé", tive a grande satisfação e oportunidade de participar da Operação Antártica IX. Juntamente com uma equipe de manutenção composta por funcionários do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (AMRJ), pude com a  minha especialidade de eletrônica, avaliar, configurar, reordenar e levantar as necessidades de apoio às comunicações dos equipamentos  sintetizados de fabricação Harrys Corporation e o parque de antenas de HF (High Frequency), que garantiam os contatos administrativos e operacionais com o continente e a Base Aérea de Apoio  da Marinha do Chile. Como a Estação mais próxima é a polonesa chamada Ortowisk, era comum, em nome de uma confraternização universal, seus cientistas degustarem a nossa famosa feijoada. Pude na época conhecer outras Estações como a da Rússia, Chile, Uruguai e China.

Uma atração à parte é o contato inocente com as focas, pinguins Adele e pássaros nativos como o Petrel, que comprovam a tranqüilidade, natureza e a paz reinante no local.

Neste momento, com a reinauguração em 15/JAN/2020 da nova EACF, após 8 anos de inatividade, devido a um devastador incêndio, auguro sucesso e profícuas pesquisas a todos aqueles que doravante lá estarão desenvolvendo nossos importantes estudos científicos, que por certo trarão dias melhores para a nossa população e o nosso desenvolvimento.

Contando agora com 17 laboratórios e a participação direta do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Fundação Osvaldo Cruz, 13 universidades e mais de 200 pesquisadores, estamos dando uma resposta altamente positiva aos pessimistas e derrotistas, que não acreditam no potencial técnico e científico do Brasil. Ocupando uma área  de 4.500 metros quadrados terá laboratório de microbiologia, para pesquisar fungos só lá existentes, contando inclusive com projetos da Agência Internacional de Energia Atômica. A Estação ainda possui uma usina eólica para aproveitar os  fortes ventos antárticos  e placas para captar energia solar, garantindo assim energia limpa para a sua operação.

Àqueles abnegados desbravadores, que pelo desenvolvimento da ciência enfrentarão as gélidas temperaturas, ventos de até 200 km/h e o isolamento de seus familiares, por meses seguidos, desejo sucesso contínuo e que Deus os protejam.
Abração em todos.
                                        
*Elson de  Azevedo Burity é Capitão de Mar e Guerra (Ref-T) e Ex-Capitão dos Portos do Maranhão

Lugar: PORTOSMA
Fonte: Redação
Data da Notí£©a: 24/01/2020

Untitled