Hoje é 21 de abril, domingo de páscoa, doa de Tiradentes, da Latinidade, do Metalúrgico, da Polícia Civil e do Policial Militar # Hoje é dia de decisão nos campeonatos carioca e paulista # Em MInas deu Cruzeiro que empatou com o Atletico e conquistou o bicampeonato.
humberto gomes internacional maritima jose oliveira granel quimica
HOME
Entrevista
 Ogmo/itaqui
Syngamar
Telex/Aniversários
 Agencias Marítimas
Soamar MA
Fotos & Imagens
Empresas
Dicas/Serviços
Capitania dos Portos do Maranhão
The best of web
Fale conosco


Vale
 Alumar
Itaqui
 Cargas
 Todos os portos
 Cartas Náuticas

Osvaldo Rocha
José Oliveira
 Herbert Santos
Telex/Aniversários
 Humor
Ponto de Vista

José Clementino
Elson Burity
 Bento Moreira Lima

Noticias
 Legislação

Aniversário Alumar
 Carta Pero Vaz
 Dia do Portuário
 Escoteiros em foco
 Nosso Papai Noel
 São Luis 406 anos
 Copa 2014
 Cais do JEEP
 O Trem da Vale
Museu da Soamar

Pratimar
Petrobras
Portal Exportador
Banco Central
Receita Federal
Marinha do Brasil
Capitania Maranhão
Conapra
Policia Federal
Obra Prima CE











Itaqui inicia o trimestre de 2019 com propostas de investimentos de mais um bilhão de reais
Empresas como Granel Química e Copi devem injetar milhões em projetos de expansão de suas plantas


Sílvio Aguiar, da Granel Química, entre José Antonio e Ted Lago, ambos da Emap.
O Porto do Itaqui está vivendo um momento de grandes investimentos, como uma antecipação do surto desenvolvimentista que deve consolidar o desempenho do principal porto público do Estado do Maranhão. Os investimentos apresentados até agora, somente do setor privado, como ampliação de terminais na área do porto organizado, construção de novos ramais ferroviários de duas bitolas, ampliação da capacidade de tancagem em mais de 21 mil metros cúbicos, novas tubulações de óleo e gás, terminal exclusivo para fertilizantes e até uma inédita plataforma automatizada para carga e descarga de caminhões, que, juntos, somam mais de R$ 1 bilhão em obras nos próximos três anos.

Um dos projetos que integram o pacote de investimentos é a expansão do Terminal de Grãos do Maranhão (Tegram), iniciada neste mês. No valor de R$ 267 milhões, a obra conta com a implantação de nova esteira que ligará os armazéns existentes ao berço B-100 e a instalação de um novo shiploader. O plano é dobrar a movimentação de grãos até 2020, passando para 12 milhões de toneladas/ano. Na movimentação de granéis líquidos, a capacidade de armazenagem deve dobrar dentro de três anos. No valor de R$ 170 milhões, estão em andamento as obras de ampliação do Tequimar-Ultracargo, que vai possibilitar o aumento em no mínimo 48 mil m³ na capacidade atual.

Uma empresa exemplo desse “boom” de investimentos é a Granel Química. A empresa, que teve seu contrato de arrendamento da área que ocupa no Complexo Portuário do Itaqui por mais 20 anos (até 2039), vai investir 40 milhões de reais somente na primeira etapa das obras que pretende construir ainda este ano: promover um acréscimo de 21 mil metros cúbicos de armazenagem distribuídos em 6 tanques e uma nova plataforma de carga e descarga de caminhões.

Na segunda fase de investimentos, conforme explica o executivo chefe da Granel Química, Sílvio Aguiar,  a empresa vai injetar mais 15 milhões de reais na construção de duas tubulações ligando o terminal de tancagem até o berço 106, e, ainda, a completa automoção da plataforma de carga e descarga de caminhões. Enquanto a primeira etapa das construções começa já em 2019, a segunda está prevista para o início do ano de 2024.

O Itaqui também terá em breve um terminal de fertilizantes. A nova estrutura que está sendo construída no Porto do Itaqui, com investimento de R$ 80 milhões da Companhia Operadora Portuária (COPI), terá capacidade para 80 mil toneladas e possibilitará a movimentação de até 3,5 milhões de toneladas de fertilizantes por ano. “O volume de investimentos privados no porto público do Maranhão fortalece o Corredor Centro Norte e a liderança do Itaqui entre os portos da região, tanto para o escoamento da produção de grãos quanto para a distribuição de derivados de petróleo. Além disso, sinaliza a introdução do modal ferroviário na distribuição de fertilizante para toda a área de influência do porto”, afirma o presidente da EMAP, Ted Lago.

Lugar: PORTOSMA
Fonte: Emap/Granel Química/Redação
Data da Notí£©a: 31/03/2019

Untitled