Hoje é sexta-feira, 21 de setembro de 2018, dia da Árvore; dia da luta nacional das pessoas com deficiências e dia do fazendeiro # Ontem pela Libertadores Palmeias 2x0 Colo-Colo # Na Copa Sul-Americana Dep Cuenca 0x2 Fluminense e, Bahia 2x1 Botafogo.
osvaldo rocha orizon supplier granel quimica internacional maritima
HOME
Entrevista
 Ogmo/itaqui
Syngamar
Telex/Aniversários
 Agencias Marítimas
Soamar MA
Fotos & Imagens
Empresas
Dicas/Serviços
Capitania dos Portos do Maranhão
The best of web
Fale conosco


Vale
 Alumar
Itaqui
 Cargas
 Todos os portos
 Cartas Náuticas

Osvaldo Rocha
José Oliveira
 Herbert Santos
Telex/Aniversários
 Humor
Ponto de Vista

Noticias
 Legislação

Aniversário Alumar
 Carta Pero Vaz
 Dia do Portuário
 BP Changri-lá
 Nosso Papai Noel
 São Luis 406 anos
 Copa 2014
 C. Confederações
 O Trem da Vale
Museu da Soamar

Pratimar
Petrobras
Portal Exportador
Banco Central
Receita Federal
Marinha do Brasil
Capitania Maranhão
Conapra
Policia Federal
Obra Prima CE











Navio verde faz o seu primeiro carregamento no Porto de Tubarão
Embarcações construídas a partir da iniciativa da Vale emitem menos CO2 que os Valemaxes,


As embarcações construídas a partir da iniciativa da Vale emitem menos CO2 que os Valemaxes, representando uma contribuição aos esforços internacionais para reduzir emissões.

O primeiro navio mineraleiro VLOC (Very Large Ore Carrier) de segunda geração fez seu primeiro carregamento no Porto de Tubarão, em Vitória, no Espírito Santo. O Yuan He Hai, com capacidade de 400 mil toneladas, é o primeiro VLOC a entrar em operação de uma frota de 32 que vão atender o transporte transoceânico de minério de ferro, em especial na rota Brasil-China. Os novos VLOCs, mais eficientes e sustentáveis, foram construídos a partir de iniciativa da Vale, mantendo o transporte marítimo de cargas da empresa como um dos mais eficientes do mundo em emissões de gases de efeito estufa. Por isso mesmo estão sendo chamados de “navios verdes”.

Os novos modelos emitem entre 15% e 20% menos gás carbônico que os Valemaxes, considerados de primeira geração e que já operam desde 2011. Os Valemaxes, projeto pioneiro da Vale, já emitiam 35% a menos CO2 em comparação aos capesizes, até então navios padrão para transporte de minério, com capacidade de carregamento de 180 mil toneladas.  O Yuan He Hai atracou no porto no último domingo, dia 25, e demorou um dia e meio para ser carregado antes de seguir viagem para a Ásia.

Os demais 31 navios de 400 mil toneladas serão entregues aos armadores até o fim de 2019. Além desses, a Vale negocia contratos que resultarão na construção de novos navios de 325 mil toneladas, os chamados Guaíbamax. "Consideramos que esses navios incorporam o estado da arte em termos de eficiência e de inovação ambiental na área. O Guaíbamax, por exemplo, será equipado também com um sistema de limpeza de gases de descarga que permitirá eliminar em até 99% a emissão de enxofre na atmosfera", explica a diretora de Navegação da Vale, Renata Costa. Entre 70% e 74% dos grandes navios que transportam cargas da Vale - ou seja, com capacidade acima de 180 mil toneladas - fazem a rota Brasil-China.

Informações Técnicas

- Nome do navio: Yuan He Hai
- Construção: Estaleiro Shanghai Waigaoqiao Shipbuilding Co Ltd (SWS)
- Entrega: 11 de janeiro de 2018
- Capacidade de carga: 398.163,2 tons
- Comprimento total: 361,90m
- Boca: 65,00m
- Calado: 23,00m
- Número de porões: 7

Lugar: PORTOSMA
Fonte: Assessoria Vale
Data da Notí£©a: 26/04/2018

Untitled