Hoje é domingo, 20 de maio de 2018, dia da Ascensão do Senhor e Dia do Comissário de Menores # O Sampaio ganha do Brasil de Pelotas e deixa a zona de rebaixamento na Série B # Na Série D o Imperatriz goleou o Belo Jardim de 4x0.
propaganda2 granel quimica orizon supplier jose oliveira
HOME
Entrevista
 Ogmo/itaqui
Syngamar
Telex/Aniversários
 Agencias Marítimas
Soamar MA
Fotos & Imagens
Empresas
Dicas/Serviços
Capitania dos Portos do Maranhão
The best of web
Fale conosco


Vale
 Alumar
Itaqui
 Cargas
 Todos os portos
 Cartas Náuticas

Osvaldo Rocha
José Oliveira
 Herbert Santos
Telex/Aniversários
 Humor
Ponto de Vista

Noticias
 Legislação

Aniversário Alumar
 Carta Pero Vaz
 Dia do Portuário
 BP Changri-lá
 Nosso Papai Noel
 São Luis 405 anos
 Copa 2014
 C. Confederações
 O Trem da Vale
Museu da Soamar

Pratimar
Petrobras
Portal Exportador
Banco Central
Receita Federal
Marinha do Brasil
Capitania Maranhão
Conapra
Policia Federal
Obra Prima CE











São Luís ganha curso preparatório para processo seletivo de Prático de navio
A formação de alto nível é uma iniciativa píoneira do Instituto de Ciências Náuticas do Estado do Maranhão


Comandante Beclkman: nosso objetivo maior é aprovar.
O Instituto de Ciências Náuticas do Maranhão, que tem a Gerência Executiva de Giovane Ambrósio e a Coordenação Acadêmica do Comandante Wellington Beckman, promoveu na noite desta quarta-feira, 28/02, no Auditório da Associação Comercial do Maranhão, uma Palestra com o professor Leonardo Soares, Mestre em Engenharia Naval e Oceania, oficial de náutica (CIAGA) com experiência em navegação, operação e docagem em 21 portos no Brasil e no exterior, entre eles, o Canal do Panamá. O evento serviu como mostra e, ao mesmo tempo, divulgação do Curso de preparatório para processo seletivo de pratico de navio, que o ICNMA está lançando em São Luís. Uma novidade promissora em termos de Maranhão e toda Região Norte e Nordeste do Brasil.

Ao apresentar o Instituto a uma plateia composta de mais de cem pessoas, Giovane Ambrósio lembrou trata-se de uma iniciativa pioneira e principalmente corajosa, considerando a complexidade de montar uma estrutura extremamente qualificada em seu quadro de formadores. “Esta iniciativa me acompanha há tempos, mas só está sendo possível graças a parceria do Comandante Wellington Beckman. Sem ele, seu conhecimento profissional e funcional das atividades de porto e de Marinha, não teríamos levado adiante esta ideia de tamanha envergadura. Eu acredito neste projeto, pois como em tudo que faço, me entrego em tempo integral para que o resultado seja aquele imaginado “, afirmou o Giovane Ambrósio a uma plateia de homens e mulheres, considerando que a profissão de Prático não é exclusividade masculina. Hoje no Brasil 13 são do sexo feminino.

O Comandante Beckman usou da palavra para mostrar a estrutura do Curso Preparatório para o Processo Seletivo de Prático destacando as dificuldades conhecidas por toda área portuária, porém, foi bem além do óbvio: “Nosso propósito maior não é apenas qualificar nossos  alunos para um concurso de Práticos, mas sim aprovar o primeiro já neste concurso que está sendo alinhavado agora  pela DPC com vagas disponíveis para todo o país”, disse o Diretor Acadêmico do ICNMA. O Comandante lembrou também que o Curso terá seu investimento distribuído em módulos, onde o valor cobrado estará compatível com os investimentos na contratação de professores, sendo a maioria deles de escolas renomadas do Rio de Janeiro.

A palestra da noite ficou por conta do professor Leonardo Soares. Este concentrou sua fala em desconsiderar mitos do concurso de Prático, sem minimizar sua complexidade. “Pela excelente remuneração média superior a 130 mil reais, o Prático, para ser aprovado, precisa passar por um dos concursos públicos mais difíceis do Brasil. Difícil é, e muito, mas nada que não possa ser superado com uma dedicação aos estudos com a tenacidade que o desafio exige de cada candidato”, afirmou. O professor Leonardo destacou que o Maranhão está dando um passo adiante com este Curso que chega para somar com a mesma qualidade dos demais. No Brasil todo existia até agora apenas quatro, todos na Região Sul e Sudeste do país.

No Brasil são 22 Zonas de Praticagem, distribuídas ao longo da costa marítima brasileira e nos rios de grande porte como o Amazonas e o Paraná, por exemplo.  O segmento de Praticagem emprega um universo de 12 mil pessoas, em áreas afins como transportes de lanchas e equipamentos de última geração que ajudam com o acompanhamento metrológico, do tráfego e de maré. Também fazem parte do universo de atividades afins de uma empresa de Praticagem um conjunto de instrumentos que alimentam informações em tempo real de batimetria, tempo e tráfego de entrada e saída de navios dos portos e/ou terminais. O Serviço de Praticagem funciona 24 horas por dia e a faina individual do Prático obedece a uma escala de acordo com o fluxo das embarcações. Atualmente há 21 profissionais que atuam na manobra dos navios mercantes em atividade na Baía de São Marcos, onde estão os portos do Itaqui, Alumar e Vale. A Zona de Praticagem do Maranhão é a de número 4.

Requisitos para o Concurso de Praticante de Prático - Para ser Prático no Brasil é exigido ser maior de 18 anos, ter nível superior oficialmente reconhecido em qualquer área e ser aquaviário da seção de convés ou de máquinas com nível igual ou superior a 4, Prático, Praticante de Prático ou ter experiência no mar, que deve ser  no mínimo uma habilitação na categoria de Mestre-Amador, exigida para conduzir embarcações pequenas de esporte e recreio no mar aberto. Além disso, o candidato não deve ser militar reformado por incapacidade definitiva ou civil aposentado por invalidez e tem que estar em dia com as obrigações militares e eleitorais.

As fases para a aprovação - O Processo Seletivo é composto de quatro fases. Para ser aprovado na primeira fase, é necessário passar por uma prova escrita, realizada pela Marinha, de caráter eliminatório e classificatório, a qual é constituída de questões do tipo múltipla escolha. Se o candidato obtiver sucesso na primeira fase, ele será submetido à apresentação de documentos e passará por testes psicofísicos de caráter eliminatório, que remetem a uma série de exames como: acuidade visual e auditiva, teste toxicológico para drogas ilícitas e exame de patologias físicas ou mentais comprometedoras da capacidade de trabalho. Após essa etapa, são realizados os testes de suficiência física, que incide em três provas: executar quatro exercícios de barra completos; nadar 50 metros em tempo igual ou inferior a 1 minuto e 30 segundos; e permanência dentro da água flutuando por vinte minutos ininterruptos, sem tocar no fundo da piscina e sem auxílio de qualquer apoio.

Titulações - A terceira etapa é a prova de títulos, a qual não elimina os candidatos, apenas acrescenta pontos ao final das avaliações para os candidatos que são profissionais da área marítima e possuem licenças mais altas do que a mínima exigida pela Marinha para participar do concurso. Por fim, há a aplicação de uma prova prática/oral de caráter eliminatório e classificatório, sendo composta de um planejamento e um briefing, seguidos da execução de uma manobra de praticagem com a utilização de um simulador de manobras de navios.

Após a aprovação no Concurso - Depois de concluir com êxito todas as etapas do concurso, o candidato passa à condição de Praticante de Prático. A qualificação do Praticante de Prático seguirá um programa de treinamento estabelecido pela Capitania dos Portos (CP) com jurisdição sobre a ZP, denominado Programa de Qualificação do Praticante de Prático, a ser iniciado imediatamente após a Certificação (aprovação no processo seletivo), com duração mínima de 12 meses e máxima de 18. O Praticante de Prático somente habilita-se como Prático se concluir, com avaliação satisfatória, o Programa de Qualificação do Praticante de Prático e se for aprovado, posteriormente, no Exame de Habilitação para Prático.

Lugar: PORTOSMA
Fonte: Redação
Data da Notí£©a: 01/03/2018

Untitled