Hoje é terça-feira 07 de dezembro de 2021 # Futebol: Atlético-PR 0x0 Palmeiras; São Paulo 3x1 Juventude; Cuiabá 1x0 Fortaleza; Flamengo 0x1 Santos; Internacional 1x2 Atlético de Goiás e Chapecoense 0x1 Sport de Recife.
cargas e cais alumar 41 anos alumar40anos pilatesana
HOME
Entrevista
 Ogmo/itaqui
Syngamar
Telex/Aniversários
 Agencias Marítimas
Soamar MA
Amigos da Marinha
Fotos & Imagens
Dicas/Serviços
Capitania dos Portos do Maranhão
The best of web
Fale conosco


Vale
 Consócio Alumar
Itaqui
 Site da Antaq
 Todos os portos
 Cartas Náuticas

Concursos
Prêmio Smart
Escoteiros em Foco
Cais do Jeep
Seminário Landlord
Dia da MULHER

Osvaldo Rocha
Comandante RAMOS
 Herbert Santos
Telex/Aniversários
 Humor
Ponto de Vista

José Clementino
Elson Burity
 Bento Moreira Lima

Aniversário Alumar
 Carta Pero Vaz
 Dia do Portuário
 Escoteiros em foco
 Nosso Papai Noel
 São Luis 409 anos
 Copa América 2019
 Cais do JEEP
 O Trem da Vale
Museu da Soamar
Presidentes do Brasil
Farol de Mandacaru
TV no Brasil: 70 anos
Hinos do Brasil

Pratimar
Petrobras
Portal Exportador
Banco Central
Receita Federal
Marinha do Brasil
Capitania Maranhão
Conapra
Policia Federal
Obra Prima CE











Governo inicia radiografia dos portos
Governo Federal já iniciou a radiografia do sistema portuário nacional que irá apontar as prioridades para o setor até 2015.

Governo Federal já iniciou a radiografia do sistema portuário nacional que irá apontar as prioridades para o setor até 2015. O mapeamento prevê a realização de visitas técnicas aos principais complexos do País, para identificar os aspectos burocráticos e regulamentares que dificultam seu crescimento. As inspeções devem ocorrer a partir de abril.

Desenvolvido pelo Centro de Excelência de Engenharia de Transportes (Centran) desde o início de janeiro, o raio-X vai analisar o que os 34 principais escoadouros públicos precisam para obter êxito em suas operações e gestão. A expectativa é que o levantamento fique pronto até dezembro, para que seja apresentado à comunidade portuária em 28 de janeiro do próximo ano, quando o País completará 200 anos da abertura dos portos às nações amigas.

O estudo prevê a análise de um cenário de prioridades do setor para apoio aos planos plurianuais de investimentos relativos aos exercícios 2008-2011 e 2011-2015.

De acordo com o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, será com base nas conclusões dessa pesquisa que o Governo determinará os investimentos a serem feitos no setor, já a partir de 2008.

A intenção do Governo de realizar esse diagnóstico foi revelada pela ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, em entrevista publicada na edição de 11 de janeiro de A Tribuna. O levantamento será o terceiro produzido pelo Governo Federal desde que o presidente Luiz Ignácio Lula da Silva assumiu, em 1º janeiro de 2003.

Neste período, foram elaborados o Agenda Portos e o Plano Nacional de Logística de Transportes, que selecionaram os principais problemas de infra-estrutura e seus respectivos projetos.

Desta vez, o diferencial será o aspecto burocrático do estudo, destacou o coordenador da radiografia no Centran, o engenheiro civil José Leopoldo Cunha e Silva. Os impactos dos entraves gerenciais dos órgãos públicos interferentes no desembaraço de cargas e da legislação brasileira na atividade terão espaço no mapeamento.

"Vai haver a avaliação dos arranjos institucionais, dos aparatos jurídicos e regulamentares, dos projetos em andamento, de modelos de gestão. Este trabalho vai ser uma agenda de ações governamentais para os portos com as prioridades de curto, médio e longo prazos", revelou Cunha e Silva.

Por enquanto, os técnicos do Centran têm trabalhado na coleta de informações "macro" sobre os 34 portos públicos. "Estamos preparando uma base científica, em que cada porto terá uma série de atributos de natureza física, comercial, operacional e ambiental, por exemplo. Também vamos anotar os projetos em fase de licenciamento, os que já possuem o Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto de Meio Ambiente, e descobrir por quê não foram executados", anunciou o coordenador.

Após a compilação das informações, os técnicos do Centran vão elaborar um ranking dos portos em situação mais urgente, afirmou Cunha e Silva. "Depois de reunir as informações, o modelo vai dizer, por exemplo, que o porto de Vila do Conde merece maior prioridade do Governo que o porto do Rio de Janeiro. Se isso acontecer, uma inversão fora do que estamos acostumados, vamos ter que descobrir onde está a falha. Não é que Vila do Conde não seja importante, mas no cenário de prioridade sabemos que o Rio está à frente", argumentou, ao comentar que a base das informações é do PNLT.

O ranking e a coleta dos dados devem ser fechados até o final de março, previu o coordenador. Depois disso, começarão as visitas aos portos. "Quando vencermos estas etapas, submeteremos o resultado ao Governo. Então vamos aprofundar nossas informações nos próprios portos, nas autoridades portuárias. Vamos passar em cada porto e ficar uns dois, três dias conhecendo o que acontece", disse.

O Porto de Santos, devido a sua importância para o País (é responsável por quase 30% do comércio exterior brasileiro), deve ser um dois primeiros na lista de visitas. Segundo o coordenador, o encontro com autoridades e agentes envolvidos nas operações do cais santista está previsto para ocorrer na segunda quinzena de abril.

Fonte: Sindmar

Data: 14/02/2007

Untitled