Hoje é segunda-feira, 22 de outubro de 2018, dia do Enólogo; do Paraquedista; do Protesto Mundial contra o Uso do Eletrochoque; Internacional de Atenção à Gagueira e dia Internacional do Radioamador
propaganda1 propaganda2 cargas e cais internacional maritima
HOME
Entrevista
 Ogmo/itaqui
Syngamar
Telex/Aniversários
 Agencias Marítimas
Soamar MA
Fotos & Imagens
Empresas
Dicas/Serviços
Capitania dos Portos do Maranhão
The best of web
Fale conosco


Vale
 Alumar
Itaqui
 Cargas
 Todos os portos
 Cartas Náuticas

Osvaldo Rocha
José Oliveira
 Herbert Santos
Telex/Aniversários
 Humor
Ponto de Vista

Noticias
 Legislação

Aniversário Alumar
 Carta Pero Vaz
 Dia do Portuário
 BP Changri-lá
 Nosso Papai Noel
 São Luis 406 anos
 Copa 2014
 C. Confederações
 O Trem da Vale
Museu da Soamar

Pratimar
Petrobras
Portal Exportador
Banco Central
Receita Federal
Marinha do Brasil
Capitania Maranhão
Conapra
Policia Federal
Obra Prima CE











 

 

CASAMENTO DE REJANY E LEANDRO - 27.02.2010


Uma cerimônia de casamento movimentou o mês de fevereiro no setor portuário do Maranhão. No dia 27, na Catedral Metropolitana de São Luís, tornaram-se marido e mulher Rejany Silva - assessora financeira da LBH Brasil - e Leandro Dias - projetista da Hatch, empresa multinacional de engenharia – que presta serviço para a Alumar. Eles se conheceram em uma viagem a Barreirinhas e já na semana seguinte iniciaram o namoro, depois o noivado e por fim o casamento. Foi uma cerimônia marcada por grande emoção, com a presença dos familiares dos noivos e um grande número de amigos. Boa parte da organização, assim como buffet, docinhos, bolo e até as roupas foram ganhos por Rejany num concurso organizado pelo Jornal “O Estado do Maranhão” que escolheu a frase dela como a melhor entre todas as concorrentes. Confira a seguir algumas fotos da cerimônia e o que ela respondeu para vencer o concurso que consistia em responder a seguinte pergunta: qual o jeitinho todo especial do seu amor?



“Pelo jeito de pegar a minha mão e tocar meu coração, de ser meu pedacinho de chão quando eu preciso de terra firme, por ser o sol que seca as minhas lágrimas e a fruta que adoça o meu sorriso, a lua mais brilhante que me renova a cada instante. É a razão que me inspira, que me acalma, que tira o vazio que existia em mim, ensinando que a melhor forma de receber amor é dá-lo”.